03:42 18 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    9115
    Nos siga no

    Durante celebração dos 60 anos do pacto de defesa mútua entre os EUA e o Japão, Trump afirma que a relação entre os dois países deve se aprofundar, apesar de ter criticado o pacto meses atrás.

    "Como o ambiente de segurança continua a se desenvolver e novos desafios surgem, é essencial que nossa aliança se fortaleça e se aprofunde com o tempo", disse o presidente americano Donald Trump em declaração de ontem (18).

    Conforme publicou a agência Reuters, a fala da autoridade americana se deu nas celebrações dos 60 anos do Tratado de Cooperação Mútua e Segurança entre os EUA e o Japão, assinado em 19 de janeiro de 1960.

    O presidente também disse esperar que a aliança continue a "prosperar".

    "Eu estou confiante de que nos próximos meses e anos, as contribuições do Japão para a nossa segurança mútua crescerão e a aliança continuará a prosperar", afirmou.

    Contudo, ainda em junho do ano passado, o presidente criticou o formato do pacto, dizendo que o mesmo era "injusto" e deveria ser mudado.

    Segundo o acordo, os EUA são obrigados a defender o Japão em caso de agressão externa, ao passo que o país asiático abre seu território para a presença militar norte-americana.

    Tensões com a China

    A fala de Trump também se dá quando seu governo planeja aumentar a presença na região do Pacífico com o objetivo de conter a China.

    Por sua parte, o Japão possui disputas territoriais com o gigante asiático, o que por vezes eleva as tensões entre Pequim e Tóquio.

    Mais:

    Diálogo sem EUA? China, Japão e Coreia do Sul buscam saída para crise da Coreia do Norte
    Japão quer produzir caças F-35, frente às dificuldades com fabricação nos EUA
    Japão sugere 'derrubar' sanções dos EUA contra o Irã, diz Rouhani
    Tags:
    tensões, relações, defesa, pacto, Donald Trump, China, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar