12:41 26 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Um caça F-35C Lightning II americano durante voo

    EUA e Japão têm medo de perder segredos do F-35, diz mídia

    CC0 / Departamento de Defesa dos EUA / 180411-N-ZB537-078
    Ásia e Oceania
    URL curta
    165

    Na sexta-feira (12), o ministro da Defesa do Japão, Takeshi Iwaya, anunciou que as autoridades do país lançaram uma operação subaquática de busca e resgate para retirar os destroços do caça F-35 japonês que desapareceu misteriosamente dos radares em 9 de abril durante um treinamento sobre o oceano Pacífico.

    Washington e Tóquio ainda não recuperaram o caça F-35A das Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF). Eles estão realizando uma "busca incansável, 24 horas por dia" do caça supersônico furtivo de quinta geração desde 9 de abril, informou o Business Insider.

    Na terça (17), o ministro japonês da Defesa, Takeshi Iwaya, disse que "o F-35 é um avião que contém um número significativo de segredos que devem ser protegidos".

    "Com a ajuda dos Estados Unidos, nós vamos continuar a desempenhar o papel de liderança na investigação das causas do acidente", acrescentou Iwaya.

    Mais cedo, ele anunciou que, depois do acidente, Tóquio iria manter no solo toda a frota de caças F-35A usados pela JASDF.

    The Japan Times também citou uma fonte anônima do Ministério de Defesa do Japão, que disse que haviam sido encontrados destroços da cauda do F-35, mas que eles ainda não localizaram o resto da fuselagem, assim como o piloto.

    "Em média duas aeronaves, incluindo um helicóptero, e dois navios de patrulha estão constantemente a ser usados na operação de busca 24 horas por dia", disse o funcionário.

    A declaração foi feita depois de um funcionário anônimo do Pentágono ter dito ao BI que os EUA "estão prontos para prestar apoio à nação parceira no resgate" do caça perdido.

    Ele também sublinhou que os EUA levam muito a sério os esforços para que as tecnologias avançadas do F-35 não caiam em mãos erradas, informa o BI.

    O caça F-35A da JASDF era tripulado pelo major Akinori Hosomi (41). O avião teria desaparecido dos radares quando estava a 135 quilômetros a leste da cidade de Misawa durante um treinamento.

    Vale ressaltar que o Japão ordenou inicialmente a compra de 42 aviões F-35A, planejando encomendar posteriormente outras 63 unidades do F-35A e 42 do F-35B.

    Mais:

    Capacidades do caça F-35A em xeque depois de acidente no Japão
    Japão suspende voos de todos os caças F-35A após um deles sumir dos radares
    Avião Il-38 russo realiza missão sobre águas neutras do mar do Japão
    Tags:
    F-35, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar