01:58 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4190
    Nos siga no

    China e Índia realizaram a 22ª rodada de negociações fronteiriças neste sábado (21), onde concordaram em buscar uma resolução antecipada da disputa de décadas sobre duas áreas de fronteira, disse o Ministério das Relações Exteriores da Índia.

    Os dois países reivindicam as mesmas áreas na região já disputada da Caxemira, assim como partes do que a Índia chama de seu estado mais oriental, em Arunachal Pradesh.

    O assessor de segurança nacional da Índia, Ajit Doval, e o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, concordaram durante a reunião de rotina em Nova Déli que "uma solução antecipada da questão da fronteira serve aos interesses fundamentais dos dois países".

     

    Guardas de fronteira da China e da Índia
    © AFP 2020 / DIPTENDU DUTTA
    Guardas de fronteira da China e da Índia

     

    As delegações reafirmaram que, entretanto, seus países precisavam manter "paz e tranquilidade" nas áreas de fronteira, a fim de reforçar seus laços. A próxima rodada de negociações será realizada na China em um momento mutuamente conveniente.

    Os dois países travaram uma guerra pela questão na fronteira, em 1962. Ambos assinaram um pacto três décadas depois prometendo resolver a disputa e traçando uma linha de demarcação na Caxemira, mas a tensão continuou e os os países continuam com efetivos militares na fronteira.

    Mais:

    Análise: China usará Paquistão para impedir que Índia se aproxime ainda mais dos EUA
    Índia diz estar de olhos bem abertos para presença crescente da China no oceano Índico
    Tensão: China 'não deve se meter' nos assuntos internos sobre a Caxemira, diz Índia
    Tags:
    Caxemira, China, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar