04:28 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Encontro do presidente sul-coreano, Moon Jae-in, com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong un, em Pyongyang, em 19 de setembro de 2018

    Coreia do Sul propõe reunificação com Coreia do Norte em 2045

    © AP Photo
    Ásia e Oceania
    URL curta
    8202

    Presidente sul-coreano Moon Jae-in declarou estar disposto a reunificar as Coreias em 2045. Declaração foi feita durante celebração dos 74 anos do fim do domínio japonês na Coreia.

    Em 2045 as Coreias irão comemorar os 100 anos do fim do domínio japonês. Além disso, foi exatamente em 1945 que a Coreia se dividiu em Norte e Sul.

    Hoje (15), o presidente da Coreia do Sul, em discurso de celebração dos 74 anos da libertação das Coreias do domínio japonês, Moon Jae-in, comentou as vantagens de uma Coreia unida e os planos para a reunificação.  

    "Nós amadurecemos nos últimos 100 anos. Nós temos a confiança de podermos ultrapassar qualquer crise. A capacidade do povo em alcançar a paz e prosperidade na península coreana se fortaleceu. Podemos criar um país que não será abalado por ninguém", disse o presidente, conforme publicou o Korea.net.

    Além disso, Moon Jae-in citou as possibilidades econômicas que poderiam resultar da reunificação coreana.

    "Se combinarmos as capacidades das duas Coreias, mesmo mantendo os nossos respectivos sistemas políticos, será possível criar um mercado unificado de 80 milhões de pessoas. Uma vez que a península coreana esteja unida, espera-se que a Coreia se torne uma das seis maiores economias do mundo. Por cálculos feitos tanto aqui como no exterior, nosso PIB per capita poderia ser de 70 mil a 80 mil dólares por volta de 2050", declarou o presidente.

    Homem sul-coreano acena para parentes norte-coreanos após reunião familiar em Mount Kumgang, Coreia do Norte
    © AFP 2019 / FILES
    Homem sul-coreano acena para parentes norte-coreanos após reunião familiar em Mount Kumgang, Coreia do Norte

    A declaração é feita após Moon Jae-in ter se encontrado por três vezes com seu homólogo norte-coreano Kim Jong-un. Os primeiros dois encontros ocorreram na Zona Desmilitarizada nos dias 27 de abril e 26 de maio de 2018 respectivamente. Em setembro de 2018, os dois se voltaram a encontrar em Pyongyang. Além disso, Moon Jae-in esteve presente também no encontro simbólico entre o líder norte-coreano e o presidente Trump na Zona Desmilitarizada.

    Durante a primeira Conferência Intercoreana em abril de 2018, os líderes coreanos se comprometeram a trabalhar pela desnuclearização da península, pôr fim às ações hostis, retomar as reuniões de famílias separadas pela Guerra da Coreia. No entanto, tais encontros ainda não surtiram os efeitos esperados.

    Mais:

    Coreia do Sul: exercícios conjuntos com EUA não visam Coreia do Norte
    Trump afirma ter recebido pedido de desculpas de Kim por recentes lançamentos de mísseis
    Coreia do Norte testa nova arma e critica Seul
    Tags:
    Kim Jong-un, Moon Jae-in, península coreana, reunificação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar