Fotos

Cruzeiro macabro: como é a vida no navio em quarentena no Japão

© REUTERS / Kim Kyung-HoonO navio de cruzeiro Diamond Princess, no qual foram identificados pacientes com coronavírus, visto por detrás de uma cerca de arame farpado.
© REUTERS / Kim Kyung-HoonPaciente pendura a bandeira japonesa com a mensagem "medicamentos em falta", no navio Diamond Princess, colocado em quarentena em função do coronavírus.
© AFP 2019 / Kazuhiro NogiBarcos de apoio se aproximam do navio de cruzeiro Diamond Princess, onde 61 casos de coronavírus foram confirmados, de acordo com o Ministério da Saúde do Japão, em 7 de fevereiro de 2020.
© AFP 2019 / Kazuhiro NogiPassageiros usam máscaras de proteção no deque do navio de cruzeiro Diamond Princess, em 7 de fevereiro de 2020.
© REUTERS / KyodoPassageiros tomam banho de sol em navio de cruzeiro colocado em quarentena, no porto de Yokohama, ao sul de Tóquio, no Japão.
© REUTERS / Twitter / @DAXA_TWHomem usando roupa de proteção caminha pelo sexto deque do navio de cruzeiro Diamond Princess, em foto publicada em redes sociais.
© AFP 2019 / Kazuhiro NogiCorpo de Defesa de Saúde do Japão entra na área restrita, próxima ao navio de cruzeiro Diamond Princess, ancorado no porto de Yokohama, no Japão.
© REUTERS / Sawyer Smith / Social MediaCabine de passageiros do navio de cruzeiro Diamond Princess, no qual passageiros foram submetidos a regime de quarentena, em função da propagação de coronavírus a bordo.
© REUTERS / Sawyer Smith / Social MediaRefeição providenciada para os passageiros do cruzeiro, que foi colocado em quarentena no Japão, em foto publicada nas redes sociais.
© AP Photo / Twitter / @DAXA_TWPassageiros lavam as mãos dentro das dependências do navio de cruzeiro Diamond Princess, que está ancorado no porto de Yokohama com mais de 3.700 passageiros a bordo.
© REUTERS / Twitter / @DAXA_TWOperação de quarentena é conduzida no oitavo deque do navio Diamond Princess, colocado em quarentena no Japão, em função da confirmação de casos positivos de coronavírus entre os passageiros
© AFP 2019 / Kazuhiro NogiPassageiros do cruzeiro Diamond Princess que está em quarentena observam o porto de Yokohama.
© REUTERS / KyodoPaciente com coronavírus (coberto com lençol azul) é transferido do navio de cruzeiro Diamond Princess para uma base policial marítima japonesa.
© REUTERS / Kim Kyung-HoonBombeiros usam roupa de proteção e seguram telas para proteger a privacidade de pacientes infectados com o coronavírus, em 6 de fevereiro de 2020. <br />
© AFP 2019 / Kazuhiro NogiO navio de cruzeiro Diamond Princess chega no porto de Yokohama com mais de 3.700 passageiros a bordo.
URL curta

Sputnik traz fotos que revelam o dia a dia no cruzeiro Diamond Princess, em quarentena na costa do Japão. Desde a detecção do primeiro caso, o número de pessoas infectadas triplicou.

O cruzeiro Diamond Princess foi colocado em quarentena de duas semanas, no porto de Yokohama, ao sul de Tóquio, com cerca de 3.700 pessoas a bordo.

De 273 passageiros testados, 61 casos foram confirmados. O número já é três vezes superior ao detectado inicialmente, quando o cruzeiro entrou em quarentena.

A tripulação do navio distribuiu termômetros e psicólogos estão disponíveis para atender os pacientes, cada vez mais aflitos com o avanço da doença.

Nesta sexta-feira (7), a companhia de cruzeiros Princess confirmou que um passageiro argentino está infectado, o que configura o primeiro caso confirmado de um sul-americano contagiado pelo vírus.