01:17 19 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    140
    Nos siga no

    Trump, que contraiu a COVID-19 em outubro, teria sido vacinado, juntamente com a sua esposa Melania Trump, com uma vacina não especificada nos últimos dias de seu mandato na Casa Branca.

    O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, aconselhou na terça-feira (16) que seus apoiadores, muitos dos quais se opõem à vacinação, tomem a vacina contra o SARS-CoV-2, saudando os inoculantes como "ótimos" e "seguros".

    "Eu recomendaria para muitas pessoas que não querem receber […]. É uma ótima vacina, é uma vacina segura e é algo que funciona", afirmou Trump durante uma entrevista por telefone para a emissora Fox News.

    O ex-presidente republicano, porém, não especificou a qual das três vacinas aprovadas para uso nos EUA ele se referia, se a desenvolvida pela Pfizer/BioNTech, pela Moderna ou pela Johnson & Johnson. Trump também lamentou que muitos dos céticos da vacina "votaram em mim, francamente", reconhecendo as evidências das pesquisas, que indicam que os republicanos são mais desconfiados em relação à inoculação.

    Trump creditou o rápido desenvolvimento das vacinas norte-americanas contra a COVID-19 à sua administração e criticou o que ele vê como uma tentativa do atual presidente dos EUA, o democrata Joe Biden, de receber o crédito por suas realizações com a vacina.

    Farmacêutico se veste de super-herói para aplicar vacina contra a COVID-19 em idosos, Collegeville, Pensilvânia, EUA, 7 de março de 2021
    © REUTERS / Hannah Beier
    Farmacêutico se veste de super-herói para aplicar vacina contra a COVID-19 em idosos, Collegeville, Pensilvânia, EUA, 7 de março de 2021
    "Salvamos muitos meses e milhões de vidas […] [A vacina] funciona incrivelmente bem. 95%, talvez até mais do que isso [...] e está realmente salvando nosso país e, francamente, salvando o mundo", garantiu o ex-presidente.

    Ao contrário do presidente Joe Biden, Trump não recebeu a vacina publicamente, mas a mídia confirmou no início de março que o ex-presidente e a ex-primeira-dama, Melania Trump, receberam suas vacinas discretamente ainda em janeiro, na Casa Branca, nos últimos dias de seu mandato.

    Olhos em 2024

    Durante a entrevista, Trump também mencionou sua muito especulada candidatura presidencial em 2024.

    "Com base em todas as pesquisas, querem que eu concorra novamente, mas vamos dar uma olhada e veremos", disse o republicano, acrescentando que poderia tomar uma decisão após as eleições de 2022.

    "Temos boas chances de ganhar o Senado e tomaremos uma decisão depois disso", acrescentou.

    O número de doses de vacinas fornecidas e administradas por dia nos EUA está aumentando, de acordo com a mídia, mais de 2,5 milhões de pessoas foram vacinadas por dia na última semana, em média. Cerca de um em cada cinco norte-americanos recebeu pelo menos uma dose, e cerca de um em cada nove recebeu as duas doses e está totalmente vacinado.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    Difícil de ser detectada em testes PCR, nova variante da COVID-19 é descoberta na França
    Adeus, teste anal? Cientistas sugerem novo exame para COVID-19 usando material da pele
    Cientistas criam vírus virtual com comportamento idêntico ao da COVID-19
    Bolsonaro muda de ideia e decide se vacinar contra a COVID-19, diz site
    Tags:
    vacinação, vacina, vacina, FOX News, Melania Trump, Donald Trump, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar