18:59 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    240
    Nos siga no

    Os resultados do teste da vacina contra COVID-19 da AstraZeneca nos EUA com 30 mil pessoas estão atualmente sendo analisados ​​por monitores independentes para determinar se o imunizante é seguro e eficaz.

    A informação foi dada por um alto funcionário dos EUA nesta segunda-feira (15), segundo noticiado pela Reuters.

    "Se os dados forem positivos e tudo correr bem, a Agência de Alimentos e Medicamentos [Food and Drug Administration, FDA] poderia concluir suas análises e emitir uma autorização de uso de emergência em cerca de um mês, adicionando mais uma vacina ao arsenal do país", disse o Dr. Francis Collins, diretor dos Institutos Nacionais da Saúde (National Institutes of Health, NIH).
    Pessoas prontas para vacinação contra o SARS-CoV-2 no Centro Comunitário de Saúde de East Valley, em La Puente, Califórnia, EUA, 5 de março de 2021
    © REUTERS / Lucy Nicholson
    Pessoas prontas para vacinação contra o SARS-CoV-2 no Centro Comunitário de Saúde de East Valley, em La Puente, Califórnia, EUA, 5 de março de 2021

    A vacina da AstraZeneca, desenvolvida com a Universidade de Oxford, foi autorizada para uso na União Europeia (UE) e em muitos países, mas ainda não recebeu autorização do órgão regulador dos EUA.

    Vários países da UE suspenderam a administração da vacina AstraZeneca após relatos de Dinamarca e Noruega de possíveis efeitos colaterais graves, incluindo sangramento e coágulos sanguíneos.

    ​Questionado, Collins disse que não viu pessoalmente os dados, mas foi "bastante tranquilizado" por declarações de reguladores europeus de que os problemas podem estar ocorrendo por acaso e não estão relacionados à vacina.

    Um comitê consultivo de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) está examinando o assunto.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    AstraZeneca não encontra evidências que mostrem risco de coágulos sanguíneos com sua vacina
    COVID-19: após relatos de efeitos colaterais, Países Baixos interrompem uso da vacina AstraZeneca
    Alemanha interrompe uso da vacina AstraZeneca no país
    Tags:
    vacina, COVID-19, novo coronavírus, pandemia, saúde, eua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar