22:29 16 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    269
    Nos siga no

    Os EUA impuseram restrições de visto a indivíduos chineses devido à militarização de postos avançados no mar do Sul da China, disse hoje (14) o secretário de Estado americano Mike Pompeo em comunicado.

    "O Departamento de Estado está impondo restrições de visto a indivíduos da República Popular da China [RPC], incluindo executivos de empresas estatais e oficiais da Marinha do Partido Comunista Chinês e do Exército de Libertação do Povo [ELP], responsáveis ​​ou cúmplices da recuperação, construção e militarização em grande escala de postos avançados disputados no mar do Sul da China", disse Pompeo na nota.

    O secretário de Estado, no entanto, não forneceu uma lista de quais indivíduos chineses foram designados, mas observou que os familiares imediatos de alguns deles também podem estar sujeitos a restrições de visto.

    Pequim afirma que o mar do Sul da China é seu território soberano e construiu bases militares em ilhas criadas artificialmente. Os Estados Unidos, por sua vez, consideram o mar do Sul da China como uma hidrovia internacional e enviam navios de guerra para patrulhar o local rotineiramente nos chamados exercícios de liberdade de navegação.

    Mais:

    China promete 'firme contra-ataque' para enfrentar 'provocação dos EUA' ao reatarem laços com Taiwan
    Trump assina ordem fortalecendo proibição de investimentos dos EUA na China
    EUA revelam estratégia de contenção da China focada na ascensão da Índia como contrapeso a Pequim
    Tags:
    Mar do Sul da China, sanções, Mike Pompeo, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar