08:40 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    4165
    Nos siga no

    Uma médica no México, que recebeu a vacina da Pfizer contra o coronavírus, foi internada em uma unidade de tratamento intensivo com convulsões, dificuldades respiratórias e possível encefalomielite, informou no sábado (2) o Ministério da Saúde mexicano.

    "Uma médica de 32 anos, que recebeu a vacina contra COVID-19 da Pfizer/BioNTech, se encontra hospitalizada na unidade de tratamento intensivo [...] assim que apresentou erupção cutânea, crises convulsivas, diminuição da força muscular e dificuldade respiratória, meia hora após a vacinação", aponta Ministério da Saúde mexicano.

    As causas da reação adversa que ocorreu quando a médica ainda estava dentro da área de observação após vacinação estão sendo averiguadas. Segundo diagnóstico preliminar do ministério, trata-se de encefalomielite.

    "Com evidência científica disponível dos ensaios clínicos da vacina Pfizer/BioNTech BNT162b2 contra o vírus SARS-CoV-2, nenhuma pessoa tinha apresentado antes encefalite logo após a aplicação da vacina", observa o ministério.

    Informa-se ainda que a paciente tem um histórico de alergia ao Trimetroprima com Sulfametoxazol que podem causar sintomas graves especialmente erupções cutâneas, angioedema, reações anafiláticas e podem levar à morte.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    União Europeia adquire novo lote da vacina da Pfizer e agora tem 300 milhões de doses
    OMS recomenda vacina contra coronavírus da Pfizer e BioNTech para uso urgente
    COVID-19: profissional da saúde de Nova York tem reação alérgica grave à vacina Pfizer, diz mídia
    Tags:
    México, COVID-19, novo coronavírus, Pfizer, vacinação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar