20:45 22 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 111
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos Estados Unidos e o chanceler cubano trocaram acusações em uma rede social sobre um rapper preso pelo governo cubano.

    Cuba acusou nesta quarta-feira (25) o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, de mentir a respeito de um protesto de um grupo de jovens artistas em Havana. 

    Bruno Rodríguez, chanceler cubano, pediu a Washington que pare com a "interferência" em seus assuntos internos.

    O secretário Pompeo está mentindo. Os EUA nunca apoiaram o povo cubano. Seu governo está determinado a atacar nosso povo de todas as maneiras possíveis. Os EUA deveriam desistir de interferir nos assuntos internos de Cuba.

    "O secretário Pompeo mente. Os EUA nunca apoiaram o povo cubano", escreveu o chanceler de Cuba.

    Pompeo condenou na terça-feira (24) o que chamou de "cruel repressão" do governo de Cuba contra os integrantes do Movimento San Isidro, que protestam contra a prisão de um de seus membros, o ativista e rapper Denis Solís.

    Solís foi preso em 9 de novembro e condenado a oito meses de prisão por "desacato" à autoridade. Pompeo também classificou essa condenação como "injusta" e pediu sua libertação.

    Mais:

    Rússia, China e Cuba são eleitos para o Conselho de Direitos Humanos da ONU
    Operação Peter Pan: plano que roubou cerca de 14 mil crianças de Cuba
    Força-tarefa contra COVID-19: Sicília solicita 60 médicos e enfermeiros a Cuba
    Tags:
    artistas, protestos, Havana, Mike Pompeo, EUA, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar