11:54 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    898
    Nos siga no

    Joe Biden apresentou oficialmente sua equipe de segurança nacional e política externa nesta terça-feira (24).

    Boa parte dos escolhidos do democrata fizeram parte da equipe da administração Obama. Este é um claro sinal de que o presidente eleito pretende recolocar os Estados Unidos nos mesmos trilhos em que estavam antes dos quatro anos em que Trump esteve na presidência, segundo informa a AP.

    "Essa é uma equipe que reflete o fato de que os EUA estão de volta, prontos para liderar o mundo e não para se retraírem. Essa equipe adota minha visão de que os EUA são mais fortes com os seus aliados", disse Biden, em Wilmington, Delaware, onde mora.

    ​A América está de volta

    No evento, Biden e seus aliados ressaltaram que a diplomacia norte-americana dos próximos anos será diferente daquela praticada durante o governo Trump. O democrata disse que dará ênfase nas tratativas para a questão climática e, principalmente, para a retomada do diálogo com antigos aliados e para a defesa do multilateralismo.

    "Os EUA estão de volta, o multilateralismo está de volta, a diplomacia está de volta", disse Linda Thomas-Greenfield, nomeada como embaixadora dos EUA na ONU.

    Além de Thomas Greenfield, a lista de Biden inclui nomes como Antony Blinken, para secretário de Estado; Avril Haines, para diretora de inteligência nacional (a primeira mulher a ocupar esse cargo); e o ex-secretário de Estado John Kerry, como enviado especial para as mudanças climáticas.

    "Juntos, estes servidores públicos vão restaurar a América globalmente, sua liderança global e sua liderança moral", afirmou Biden.

    A política externa de Donald Trump foi marcada pelo isolacionismo. Durante a administração do republicano, os EUA abandonaram uma série de acordos, como o Acordo de Paris para o clima, puseram de lado antigos parceiros, como as nações europeias, e fizeram aumentar tensões internacionais, como com o Irã.

    Novo secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken
    © AP Photo / Susan Walsh
    Novo secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken

    Mais:

    Analista: apesar de críticas de Obama, 'governo Biden' visa aproximação com Brasil
    Adolescentes ameaçadas de deportação escrevem cartas para Trump, Biden e Congresso
    Pentágono confirma início de transição de poder para Biden
    Tags:
    política externa, diplomacia, Estado Unidos, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar