04:47 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    2192
    Nos siga no

    O presidente interino do Peru, Manuel Merino, renunciou ao cargo neste domingo (15). Ele havia assumido a presidência menos de uma semana atrás, após o impeachment de Martin Vizcarra.

    A anúncio ocorre em meio a uma onda de protestos no país pedindo a saída de Merino. As manifestações no Peru chegaram a ter duas pessoas mortas e vários feridos no último sábado (14). 

    A nomeação de Merino ocorreu após o Congresso decidir afastar Martin Vizcarra por denúncias de propina durante seu período como governador em 2014. O ex-presidente nega as acusações. 

    Manifestantes protestam nas ruas de Lima, no Peru
    © REUTERS / Sebastian Castaneda
    Manifestantes protestam nas ruas de Lima, no Peru

    Após a destituição de Vizcarra, sob alegações de "incapacidade moral" por parte do Congresso, em 9 de novembro, as ruas foram tomadas por manifestantes que protestavam contra a sua saída. 

    De acordo com o Ministério da Saúde do país, 63 pessoas foram hospitalizadas com ferimentos causados nos protestos, sendo que pelo menos nove foram feridos por bala.

    Mais:

    Peru declara alerta epidemiológico nacional após registros de casos de difteria
    Protestos explodem no Peru depois do impeachment de Martín Vizcarra (FOTOS, VÍDEOS)
    Aeroporto do Peru fecha em meio a rumores de fuga de presidente interino
    Tags:
    Martin Vizcarra, impeachment, manifestação, protestos violentos, protestos, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar