09:12 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1131
    Nos siga no

    Após uma sessão com duração de aproximadamente 12 horas, o Congresso do Peru decidiu, na noite desta segunda-feira (9), aprovar o afastamento do presidente Martín Vizcarra.

    O placar da votação terminou com 105 votos a favor do afastamento, 19 contra e 4 abstenções.

    O afastamento tomou como base o artigo 113 da Constituição peruana, declarando Vizcarra com "incapacidade moral" para continuar na presidência.

    Com o resultado, Manuel Merino, líder do Congresso, filiado ao partido Ação Popular, deve ocupar o cargo até julho do ano que vem. As eleições presidenciais do Peru estão marcadas para ocorrerem em 11 de abril de 2021.

    Vizcarra, de 57 anos, foi acusado de receber propinas quando era governador em 2014. Ele nega as acusações. As informações foram publicadas pela agência Reuters.

    Esse foi o segundo pedido de impeachment contra Vizcarra. No primeiro, o Congresso não conseguiu reunir os votos necessários para aprovar o afastamento.

    Martín Vizcarra estava no cargo desde a renúncia de Pedro Pablo Kuczynski, em 2018, também acusado de corrupção.

    Mais:

    Fóssil de árvore encontrado no Peru guarda segredos sobre clima de há 10 milhões de anos (FOTO)
    Arqueólogos encontram enorme desenho 'tosco' nas Linhas de Nazca, no Peru (FOTO, VÍDEO)
    Peru não vai fechar acordo com AstraZeneca alegando não ter informação suficiente sobre testes
    Com riqueza de detalhes, lhamas mumificadas há 500 anos são encontradas no Peru (FOTOS)
    Peru declara alerta epidemiológico nacional após registros de casos de difteria
    Tags:
    corrupção, Congresso do Peru, ex-presidente, presidência, presidente, afastamento, Martín Vizcarra, impeachment, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar