13:08 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    247
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (10), Manuel Merino assumiu a presidência do Peru. O ex-líder do Congresso assume o posto que era ocupado por Martín Vizcarra, que teve impeachment aprovado na noite desta segunda-feira (9).

    A cerimônia de posse foi realizada em meio a uma onda de insatisfação popular. Diversos protestos explodiram em várias cidades do Peru após a aprovação do impeachment contra Martin Vizcarra. 

    Apesar da boa popularidade de seu governo, Vizcarra não contava com o apoio da maioria da bancada parlamentar. O agora presidente afastado é acusado de receber propina por contratos de obras públicas em 2014, quando era governador da região sulista de Moquegua.

    Merino assume o comando do país em um momento delicado: o Peru passa por uma crise política e econômica que foi agravada nos últimos meses pela pandemia de COVID-19. 

    Peruanos vão para as ruas de Lima e de várias cidades do país protestar contra o impeachment do presidente Martin Vizcarra, depois que ele foi afastado pelo Congresso
    © REUTERS / Sebastian Castañeda
    Peruanos vão para as ruas de Lima e de várias cidades do país protestar contra o impeachment do presidente Martin Vizcarra, depois que ele foi afastado pelo Congresso.

    Terceiro mandatário do Peru desde 2016, Merino ocupará o cargo da presidência do país até julho de 2021. As eleições no país estão marcadas para o próximo mês de abril.

    Mais:

    Procuradoria do Peru quer ouvir presidente eleito da Bolívia em investigação da Lava Jato
    Peru não vai fechar acordo com AstraZeneca alegando não ter informação suficiente sobre testes
    'Impeachment de Bolsonaro' é um dos assuntos mais comentados no Twitter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar