19:08 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)
    131227
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22) que a China deve ser responsabilizada pelo mundo por suas ações sobre a pandemia da COVID-19.

    Em uma mensagem gravada transmitida para a reunião anual da ONU, Trump acusou Pequim de permitir que o novo coronavírus "deixasse a China e infectasse o mundo".

    "As Nações Unidas devem responsabilizar a China por suas ações", declarou o presidente estadunidense.

    Trump ainda atacou a Organização Mundial da Saúde (OMS), agência ligada à ONU.

    "O governo chinês e a Organização Mundial da Saúde - que é virtualmente controlada pela China - declararam falsamente que não havia evidência de transmissão de pessoa para pessoa", comentou.

    "Depois, eles falaram falsamente que pessoas sem sintomas não espalhariam a doença [...] As Nações Unidas devem responsabilizar a China por suas ações", complementou.

    Mulher vende máscaras na cidade de Wuhan, na província de Hubei, na China, em 3 de abril de 2020
    © AP Photo / Ng Han Guan
    Mulher vende máscaras na cidade de Wuhan, na província de Hubei, na China, em 3 de abril de 2020

    O presidente dos EUA prometeu ainda distribuir a vacina quando estiver disponível, dizendo: "Vamos derrotar o vírus, derrotar o vírus e acabar com a pandemia" para entrar "numa nova era de prosperidade, cooperação e paz".

    Trump também afirmou em seu discurso que a organização mundial deve se concentrar em abordar questões globais como terrorismo, limpeza étnica de grupos religiosos minoritários, tráfico e outros problemas.

    "Se as Nações Unidas devem ser uma organização eficaz, ela deve se concentrar nos problemas reais do mundo", prosseguiu ele.

    "Isso inclui terrorismo, opressão de mulheres, trabalho forçado, tráfico de drogas, tráfico de pessoas e sexo, perseguição religiosa e limpeza étnica de minorias religiosas", acrescentou.

    Trump gravou seu discurso na Casa Branca na segunda-feira (21) para ser transmitido remotamente na Assembleia Geral da ONU, que esta semana está realizando sessões virtuais como medida preventiva para o vírus.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)

    Mais:

    Governo Trump pressiona autoridades contra a divulgação de relatórios sobre a COVID-19, diz mídia
    Trump e novo premiê japonês conversam sobre 'Indo-Pacífico livre e aberto'
    Secretário de Estado dos EUA visitou Brasil para beneficiar campanha de Trump, afirma analista
    Tags:
    diplomacia, novo coronavírus, COVID-19, OMS, Assembleia Geral da ONU, ONU, China, Donald Trump, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar