08:49 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo enfrentando COVID-19 no início de julho (40)
    1100
    Nos siga no

    Segundo relatos de estados, incluindo Texas, Arizona e Califórnia, a reabertura rápida depois do isolamento trouxe um grande aumento de casos, o que já levou à retomada de restrições.

    O prefeito da cidade norte-americana de Houston, Sylvester Turner, avisou no domingo (5) que o sistema hospitalar do estado do Texas está ficando "sobrecarregado" com os casos da COVID-19. Além disso, as unidades de terapia intensiva (UTIs) do estado do Arizona estão próximas da capacidade total.

    "Se não pusermos as mãos em volta deste vírus rapidamente, dentro de cerca de duas semanas o nosso sistema hospitalar poderá estar em sérios e graves problemas", disse Turner no domingo (5) à emissora CBS.

    "Este vírus abusa sem discriminação, [e] aflige a qualquer um que se aproxime dele. Agora está tendo um impacto [desproporcional] sobre as pessoas de cor. E neste momento, está especialmente dentro da comunidade hispânica. Mas também estamos tendo jovens sendo impactados", acrescentou o funcionário.

    O Texas é um dos vários estados dos EUA que estão enfrentando aumentos nos casos da COVID-19. Os últimos dados do Departamento de Saúde do Texas mostram que o Texas tem sentido um aumento constante dos casos da COVID-19 desde junho. Na segunda-feira (6) foram relatados 5.318 novos casos do vírus.

    De acordo com Sylvester Turner, uma a cada quatro pessoas testadas em Houston está atualmente testando positivo para o vírus, em comparação com apenas uma a cada dez pessoas há um mês.

    Turner também afirmou que o pico nos casos da COVID-19 na cidade se deve à reabertura muito rápida do estado.

    "Desde o início, quando começamos a abrir muito rápido, e quando você coloca isso em cima de tudo, [com] todas as outras atividades que estavam acontecendo e as pessoas começando a se ressocializar, então você começou a reabastecer o vírus. [...] Foi aí que os números começaram a aumentar", observou.

    Dificuldades no Arizona

    Da mesma forma, o Departamento de Saúde do Arizona revelou na sexta-feira (3) que as unidades de terapia intensivas no estado estavam com 91% de capacidade devido ao aumento desenfreado dos casos da COVID-19. Até domingo (5) a capacidade havia caído para 89%.

    Tod e Tracey Salleeshop em mercado local usando máscaras de proteção facial para prevenir a propagação do coronavírus, em Oro Valley, Arizona, EUA, 20 de junho de 2020
    © REUTERS / Cheney Orr
    Tod e Tracey Salleeshop em mercado local usando máscaras de proteção facial

    Em resposta aos casos crescentes, o governador do Arizona, Doug Ducey, assinou em 29 de junho uma ordem executiva proibindo grandes reuniões e pausando a reabertura de bares, academias, cinemas e parques aquáticos.

    "Podemos fazer uma pausa, e nossa meta é conseguir que esses estabelecimentos sejam reabertos em 30 dias com a fiscalização das autoridades sanitárias do município, mas vamos monitorar os dados ao longo do caminho e fazer tudo o que for necessário para proteger a saúde pública."

    "Também vamos limitar as reuniões maciças, portanto, serão proibidos eventos públicos internos e externos de 15 [pessoas] ou mais", declarou Ducey em uma coletiva de imprensa em 29 de junho.

    O governador acrescentou que muitos dos novos casos no estado do Arizona estão entre os mais jovens.

    "Estamos vendo uma propagação diferente do vírus neste momento nos Estados Unidos e no Arizona contra o que nos familiarizamos tanto na Costa Leste [do país] em março e abril. Estamos vendo aumento nos jovens, e no Arizona isso está constituindo uma grande parte dos nossos novos casos", revelou Ducey.

    Outros estados continuaram abandonando suas reaberturas anteriores, incluindo a Califórnia, que fechou bares e restaurantes em vários condados em meio a uma onda de 55.000 casos na semana passada. Na segunda-feira (6), o governador da Califórnia, Gavin Newsom, anunciou mais fechamentos em condados de todo o estado.

    Tema:
    Mundo enfrentando COVID-19 no início de julho (40)

    Mais:

    Melhores fotos da semana em que Bolsonaro inaugura 1º hospital de campanha federal contra a COVID-19
    Profissionais de saúde realizam protesto em Paris (VÍDEO)
    Quão rápido coronavírus poderia se espalhar em hospital?
    Tags:
    CBS, COVID-19, Califórnia, Arizona, Texas, Houston, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar