06:15 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    572
    Nos siga no

    Um helicóptero militar voando em baixa altitude foi destacado para dispersar os manifestantes que tomaram as ruas da cidade americana de Washington, desafiando o toque de recolher obrigatório.

    Alguns dos violadores da nova medida puderam ser vistos quebrando fachadas das lojas.

    Dezenas de pessoas que protestaram contra a morte de George Floyd, morto durante uma detenção em Minneapolis, no estado de Minnesota, saíram às ruas da capital na noite de segunda-feira (1º), violando a regra de recolher obrigatório imposta anteriormente.

    Quando os manifestantes marcharam para Chinatown, foram recebidos por pelo menos um helicóptero Blackhawk com uma marcação da Cruz Vermelha.

    ​Essa é a sensação quando o helicóptero paira por um segundo

    O helicóptero pairava apenas alguns metros sobre a multidão em uma aparente tentativa de forçá-los a se dispersarem.

    ​Cerca de 10 minutos depois, aqui vai novamente

    Também têm surgido vídeos que mostram a polícia usando granadas de atordoamento nas multidões.

    ​Acontecendo agora, 22h30 - manifestantes marcham pela rua enquanto a polícia joga granadas de atordoamento

    Conhecida como "demonstração de força", a manobra usa a hélice da aeronave para impelir tudo, incluindo lixo e detritos, para fora de seu caminho e contra os manifestantes. A tática é normalmente reservada para zonas de guerra, onde é usada para perseguir insurgentes.

    Mais:

    Veículo avança contra policiais em Nova York em meio a protestos por George Floyd (VÍDEO)
    Trump diz que enviará militares aos estados que não usarem a Guarda Nacional
    Autópsia independente comprova que George Floyd morreu de asfixia
    Tags:
    helicóptero, manifestação, EUA, racismo, protesto, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar