11:23 20 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    652
    Nos siga no

    A Marinha dos EUA está investigando o vazamento de vídeos, postados no site para adultos PornHub, em que mostram membros do corpo naval nos banheiros de suas instalações, informa a emissora NBC.

    De acordo com relatório divulgado pela mídia, as autoridades militares suspeitam que as gravações foram obtidas sem o consentimento dos militares através de um olho mágico nos banheiros em que eles estavam trocando de roupa.

    Em algumas gravações, é possível ver os marinheiros de uniforme, com os seus nomes claramente visíveis. Além disso, nos vídeos não mostram nenhum ato sexual.

    As imagens, cuja data em que foram registradas permanece desconhecida, foram descobertas no início de janeiro por um agente do Serviço Naval de Investigação Criminal (NCIS, na sigla em inglês) – a principal agência de Polícia Naval do Departamento da Marinha dos EUA.

    O site para adultos anunciou que irá trabalhar com a agência de segurança para ajudar no caso.

    O vice-presidente da PornHub, Blake White, afirmou que o site recebeu um pedido do NCIS "para remover o material em questão", o que eles fizeram.

    Alguns dos marinheiros que aparecem nas filmagens foram destinados para o USS Emory S. Land, um navio de abastecimento submarino designado para um porto em Guam, uma ilha no Pacífico Ocidental.

    Mais:

    Marinheiro dos EUA admite ter postado imagens pró-nazismo e é dispensado pelas Forças Armadas
    Comandante de arsenal nuclear dos EUA é acusado de assédio a coronel
    Navios da Marinha dos EUA são epicentros de assédio sexual
    Tags:
    NCIS, PornHub, marinheiros, Marinha dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar