07:41 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    6123
    Nos siga no

    Novo presidente argentino, Alberto Fernández, firmou o Decreto de Necessidade e Urgência que obriga a concessão de indenização dupla para trabalhadores demitidos sem justa causa.

    O governo da Argentina oficializará o Decreto de Necessidade e Urgência através do qual se declara a emergência pública em matéria ocupacional por 180 dias.

    Em caso de demissão sem justa causa durante a vigência do decreto, os trabalhadores afetados terão o direito a receber o dobro da indenização correspondente de acordo com a legislação vigente, informou a decisão do governo o portal Gestión Sindical.

    A medida de Fernández figura como um dos primeiros atos de seu governo, inaugurado no último dia 10.

    A decisão da nova administração veio após a Argentina registrar uma taxa de desemprego de 10,6%, número um ponto percentual superior em comparação com o segundo trimestre deste ano.

    No período de setembro de 2018 a setembro de 2019, cerca de 139.000 argentinos ficaram sem emprego.

    É válido lembrar que tal medida se aplicará somente para trabalhadores demitidos injustamente nos próximos 180 dias.

    Mais:

    'Desafeto' de Fernández, Bolsonaro diz que comércio Brasil-Argentina não mudará
    Especialista descarta articulação entre Brasil e Argentina contra EUA
    Desemprego e corte de políticas sociais aumentaram extrema pobreza no Brasil, diz especialista
    Tags:
    economia, Alberto Fernández, desemprego, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar