13:45 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente argentino Mauricio Macri votando nas primárias em Buenos Aires em 17 de agosto de 2017

    Macri anuncia aumento de salário mínimo para tentar reverter derrota nas eleições

    © AP Photo / Natacha Pisarenko
    Américas
    URL curta
    18317

    Após sofrer contundente vitória da oposição nas primarias das eleições argentinas no último domingo, o presidente Maurício Macri adotou um pacote de medidas econômicas para tentar reverter a disputa.

    O pacote econômico de Macri inclui um aumento do salário mínimo, congelamento do preço da gasolina e bônus de 5 mil pesos para funcionários públicos e privados.

    Além disso, o presidente argentino pediu desculpas por declarações feitas na segunda-feira e disse que "respeita o voto dos eleitores". Após o resultado das primarias, Macri foi muito criticado por afirmar que a oposição teria sido culpada pela má reação dos mercados aos resultados das eleições.

    "Respeito profundamente a decisão dos argentinos. Quero pedir desculpas pelo que disse na entrevista coletiva da segunda-feira. Hesitei em fazê-la porque ainda estava muito afetado pelo resultado das eleições, estava sem dormir e triste", afirmou Macri nesta quarta-feira.

    A chapa formada por Alberto Fernández e sua vice Cristina Kirchner recebeu 47% dos votos no pleito, contra 32% de Mauricio Macri.

    Mais:

    Bolsonaro viaja a Buenos Aires para reunião com Macri
    Macri promete investigação sobre apagão 'sem precedentes'
    Bolsonaro defende aliança política com Macri 'para Argentina não virar nova Venezuela'
    Tags:
    Cristina Kirchner, kirchnerismo, Argentina, Mauricio Macri
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar