10:08 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Celebração da vitória nas primárias argentinas de Alberto Fernández e Cristina Kirchner

    Primárias argentinas: vitória de Fernández e Kirchner já definiu as eleições?

    © Sputnik / Francisco Lucotti
    Américas
    URL curta
    17262
    Nos siga no

    Resultados ainda não garantem vitória. Diferença entre Alberto Fernández e Mauricio Macri foi de 15 pontos.

    Depois de quatro anos de governo Macri, os militantes do kirchnerismo voltaram a viver momentos de euforia neste domingo (11). No centro da campanha de Alberto Fernández e Cristina Kirchner, sua vice, centenas de pessoas comemoraram a vitória de Alberto Fernández nas primárias argentinas.

    Embora o resultado não garanta de completo a vitória, Alberto Fernández recebeu 47% dos votos no pleito, contra 32% de Mauricio Macri. Vale lembrar que nas primárias de 2015 a chapa de Mauricio Macri somou menos do que a de seu oponente Daniel Scioli. No entanto, Mauricio Macri venceu Daniel Scioli no segundo turno.

    As emoções dos militantes seguiram-se por horas. Embora o centro de campanha de Fernández não tenha contado com a presença de Cristina Kirchner.

    Enquanto chegavam os resultados das bocas de urna, o governo não publicava os dados oficiais. Estes deveriam ter sido publicados às 21h00 (horário de Brasília). Com 30 minutos de atraso, os representantes do peronismo kirchnerista Felipe Solá e Martín Recalde exigiram a publicação dos dados da apuração.

    Assim que os resultados foram anunciados foi festa total. A sensação de estar mais perto da vitória levou muitos argentinos ao delírio. Danças, selfies, gritos e abraços encheram o centro da campanha de Alberto Fernández e Cristina Kirchner.

    Os resultados iniciais mostravam uma diferença de 15 pontos quando 50% das urnas já haviam sido apuradas.

    Às 22h30 (horário de Brasília), o presidente argentino reconheceu o resultado das primárias, dizendo que sua chapa havia feito uma "má eleição".

    Às 23 horas (horário de Brasília), a ex-presidente Cristina Kirchner se comunicou com seus militantes por vídeo.

    "Estamos contentes porque assim como estamos não estamos bem, não estamos vivendo bem, deixamos de ser felizes, são anos demais de dificuldades", disse a ex-presidente.

    Cristina Kirchner fala com militantes após anuncio do resultado das primárias
    © Sputnik / Francisco Lucotti
    Cristina Kirchner fala com militantes após anuncio do resultado das primárias

    Na continuação da festa, subiu ao palco Axel Kicillof e Verónica Magario, candidatos a governador e vice-governadora, respectivamente, da província de Buenos Aires. Ambos conseguiram quase 50% dos votos. Subiram também ao palco o filho da ex-presidente e candidato a deputado Máximo Kirchner e o deputado Sergio Massa.

    "Esta campanha foi feita de baixo para cima com a ajuda de todos os companheiros buenairenses, que nunca baixaram os braços. Este triunfo diz que a maioria quer pôr a província em marcha. Queremos representar a todos", disse Axel Kicillof.

    Ao final do evento, Alberto Fernández recebeu a palavra. Emocionado, o candidato disse do que a Argentina precisa.

    "A Argentina necessita de um país integrado e não de um país onde alguns disfrutam e outros carecem. A Argentina se deu conta de que a mudança éramos nós e não eles", disse Alberto Fernández após anos esperando esse momento.

    Mais:

    Bolsonaro diz que a eleição de Cristina Kirchner tornaria a Argentina uma nova Venezuela
    Cristina Kirchner é investigada por uso pessoal de aviões presidenciais
    Macri promete investigação sobre apagão 'sem precedentes'
    Tags:
    Argentina, Mauricio Macri, Cristina Kirchner
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar