17:02 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Polícia isola área de tiroteio em El Paso, Estados Unidos.

    Após tiroteio, chanceler do México promete medidas para proteger seus cidadãos nos EUA

    © REUTERS / JOSE LUIS GONZALEZ
    Américas
    URL curta
    232
    Nos siga no

    O chanceler mexicano, Marcelo Ebrard, disse que o México vai tomar medidas legais para proteger os mexicanos e americanos de ascendência mexicana após o tiroteio em El Paso, no Texas.

    Em uma declaração em vídeo, Ebrard classificou o tiroteio como um "ato de barbárie" e disse que a prioridade do país é atender às famílias afetadas.

    Em seguida, afirmou o chanceler, o México planeja buscar medidas legais para proteger os mexicanos e mexicanos-americanos nos EUA.

    Autoridades mexicanas disseram que seis cidadãos mexicanos foram mortos e outros seis ficaram feridos no sábado, na cidade de El Paso, no Texas. 

    El Paso é um popular destino de compras de fim de semana para os mexicanos que vivem do outro lado da fronteira, em Ciudad Juarez.

    O atirador parece ter procurado atingir hispânicos e as autoridades estão investigando o episódio como um crime de ódio.

    Mais:

    Novos tiroteios deixam feridos em Chicago
    Bolsonaro lamenta tiroteios nos EUA e diz que desarmamento não é solução
    Ataque a tiros que matou 20 em El Paso será investigado como terrorismo doméstico
    Tags:
    Marcelo Ebrard, Estados Unidos, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar