00:17 18 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Foto de 22 de setembro de 2016 mostra um soldado britânico perto de um caça Eurofighter Typhoon na base de Akrotiri da Força Aérea Real em Chipre, antes de decolar para uma missão da coalizão no Iraque.

    EUA vão discutir combate ao Daesh mas não convidam Rússia

    © AFP 2018 / Petros Karadjias
    Américas
    URL curta
    19219

    A Rússia não vai participar da reunião ministerial de 68 países da coalizão chefiada pelos EUA que combate o Daesh (Estado Islâmico), disse o represente oficial do Departamento de Estado norte-americano, Mark Toner.

    "A Rússia não vai participar, não faz parte da coalizão", disse Toner durante uma coletiva de imprensa.

    A agência Reuters tinha informado que a reunião ministerial sobre o combate ao grupo terrorista Daesh ia realizar-se em Washington entre 22 e 23 de março. Segundo a agência, o encontro será presidido pelo secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson.

    Por sua vez, o senador russo Aleksei Pushkov acredita que não é possível vencer o Daesh sem a Rússia:

    "68 países que integram a coalizão ocidental vão discutir o combate ao Daesh sem a Rússia. Podem encontrar-se e discutir sem a Rússia, mas não podem vencer sem ela", escreveu o senador no Twitter.

    A Rússia está combatendo o terrorismo na Síria a pedido das autoridades do país. A coalizão liderada pelos EUA atua no Iraque e Síria, não tendo governo sírio autorizado ações no seu território.

    Mais:

    Onde está o líder do Daesh?
    EUA 'não prestam apoio aéreo' a milícias que combatem o Daesh em Mossul
    Opinião: EUA chegaram à conclusão de que seu objetivo na Síria não é Assad
    EUA matam 33 ex-soldados do exército iraquiano sequestrados pelo Daesh
    Tags:
    coalizão internacional, Daesh, Aleksei Pushkov, Rex Tillerson, Iraque, Síria, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik