02:06 05 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    32518
    Nos siga no

    Um cidadão do estado do Texas, nos EUA, Alexander Posobilov, foi condenado a mais de onze anos de prisão federal por exportar para a Rússia componentes microeletrônicos proibidos, disse o Departamento da Justiça dos Estados em um comunicado de imprensa.

    "Alexander Posobilov, 62 anos, de Houston, Texas, foi condenado a 135 meses de prisão por tramar exportação ilegal de microeletrônicos para a Rússia e lavagem de dinheiro", disse o comunicado.

    Posobilov foi gerente de compras de uma empresa conhecida como ARC Electronics, onde a operação ilegal ocorreu, disse o comunicado. De 2008 a 2012, o americano conseguiu obter e enviar cerca de US$ 50 mi em microeletrônicos proibidos à Rússia, de acordo com o Departamento da Justiça.

    "Estes produtos têm aplicações e são frequentemente usados em uma ampla gama de sistemas militares, incluindo sistemas de radar e vigilância, sistemas de orientação de mísseis e gatilhos de detonação", acrescentou o comunicado.

    O Departamento de Justiça dos EUA disse que duas unidades investigativas do Serviço Federal de Segurança da Rússia se beneficiaram das atividades de Posobilov. O americano e outros dez cúmplices foram indiciados em outubro de 2012 pelo Departamento da Justiça dos Estados Unidos.

    Ele foi posteriormente condenado a julgamento em outubro de 2015 por todas as acusações. Cinco dos dez cúmplices se declararam culpados e três deles continuam foragidos, disse o comunicado.

    Mais:

    UE em dúvida: EUA pretendem manter as sanções contra a Rússia?
    Republicano sobre levantamento de sanções contra a Rússia: 'Irrealista e contraproducente'
    Em nome dos negócios, EUA relaxam sanções contra o Serviço Federal de Segurança da Rússia
    Tags:
    Serviço Federal de Segurança da Rússia, ARC Electronics, Departamento de Justiça dos EUA, Alexander Posobilov, Houston, Texas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar