Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA liberam mais 45 milhões de barris de petróleo de sua reserva estratégica para reduzir preços

© AP Photo / Damian DovarganesMotorista de caminhão-tanque descarrega carga de gasolina em Riverside, na Califórnia, em 28 de maio de 2022
Motorista de caminhão-tanque descarrega carga de gasolina em Riverside, na Califórnia, em 28 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (14), o governo do presidente norte-americano, Joe Biden, anunciou que liberará mais 45 milhões de barris de petróleo de sua reserva estratégica. No total, os EUA pretendem vender 180 milhões de barris para suprir a demanda e puxar os preços para baixo.
A medida foi divulgada pelo Departamento de Energia (DOE, na sigla em inglês) em um comunicado, que detalha que a nova liberação de barris deve ocorrer entre a quarta-feira (15) e 31 de julho.
Esta é a quarta vez que esse tipo de medida é adotada durante o governo Biden. As primeiras entregas da atual remessa têm previsão para ocorrer entre os dias 16 de agosto e 30 de setembro, sendo que as ofertas poderão ser feitas por potenciais compradores até 8 de julho. Anteriormente o governo anunciou que pretendia adquirir metade do total de barris liberados.
O DOE também anunciou contratos de compra de barris de petróleo cru liberados no fim de maio. Um total de 17 empresas responderam à última liberação de barris, incluindo Chevron, ExxonMobil e Shell.
A escassez de petróleo cru no mercado, devida às sanções ocidentais contra o setor de energia da Rússia, impulsionou os preços da gasolina e do diesel nos Estados Unidos. O país também sofre o impacto do fechamento de refinarias durante o pico da pandemia de COVID-19.
© Foto / US Department of EnergyTanques de armazenamento da Reserva Estratégica de Petróleo dos EUA no terminal da Sunoco, perto de Nederland, Texas
Tanques de armazenamento da Reserva Estratégica de Petróleo dos EUA no Terminal Sunoco, perto de Nederland, Texas - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Tanques de armazenamento da Reserva Estratégica de Petróleo dos EUA no terminal da Sunoco, perto de Nederland, Texas
A liberação de barris de petróleo pelo governo dos EUA é feita desde novembro do ano passado. Entre fevereiro e abril, em média cerca de três milhões de barris foram retirados semanalmente da Reserva Estratégica de Petróleo dos EUA para remediar a situação.
Apesar dos esforços da administração Biden, o preço da gasolina no país bateu o recorde de US$ 5 por galão (cerca de R$ 25,59). No caso do diesel, o preço chegou a US$ 6 (cerca de R$ 30,70). Um galão equivale a 3,78 litros.
Diante do aumento dos preços, Biden chegou a acusar as petrolíferas de manipulação e culpou o presidente russo, Vladimir Putin, e a crise ucraniana pela inflação.
Assim como o Brasil, o transporte de cargas nos EUA se dá principalmente por meio das rodovias. Conforme dados do governo norte-americano, os caminhões transportam mais de 70% do volume de cargas do país.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала