Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'OTAN asiática nunca será levada a sério', dizem Filipinas em meio à 'belicosidade' da AUKUS

© Foto / Frota do Pacífico dos EUA / Twitter USS Barry navega pelo estreito de Taiwan, 23 de abril de 2020
USS Barry navega pelo estreito de Taiwan, 23 de abril de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Nos siga noTelegram
O secretário das Relações Exteriores das Filipinas, que anteriormente elogiou a aliança trilateral AUKUS, agora foi crítico em relação a ela e ao Quad.
Teodoro L. Locsin Jr., secretário das Relações Exteriores das Filipinas, criticou as tentativas dos países ocidentais de militarizar a Ásia-Pacífico de uma forma semelhante à OTAN, que diz que "nunca será levada a sério" na região.
Locsin respondeu às declarações do senador americano Ben Sasse, que instou a criar uma "nova aliança militar centrada no Pacífico", uma "OTAN para o Pacífico", em meio às preocupações ocidentais sobre a crescente influência de Pequim na região.
Em Guilin, na China, o chanceler chinês Wang Yi participa de coletiva de imprensa, após encontro com o seu homônimo russo, Sergei Lavrov, em 23 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.05.2022
Panorama internacional
China desafia 'mentalidade de Guerra Fria' dos EUA após reforço de estratégia do Indo-Pacífico
O alto responsável filipino afirmou que "discutiu" a ideia de uma "OTAN asiática" durante sua visita à China em abril.
"Eu disse que uma OTAN asiática nunca será levada a sério. A europeia já é uma piada. Quanto à AUKUS, é uma agremiação de [países] com o mesmo espírito, com os mesmos braços e com a mesma belicosidade. Acrescente o Japão", apontou ele.
As críticas de Teodoro L. Locsin em relação à AUKUS contrastam com sua posição anterior sobre o pacto trilateral, que prevê que os EUA e o Reino Unido forneçam a Camberra tecnologia para desenvolver submarinos nucleares. Quando o acordo foi revelado em setembro, Locsin declarou que os vizinhos de Camberra no Sudeste da Ásia "não possuem os meios militares para manter a paz e a segurança na região", e que a AUKUS ajudaria a manter a "paz e a estabilidade" na região.
"Há um desequilíbrio nas forças disponíveis dos países membros da ASEAN, com o principal equilibrista a mais de meio mundo de distância", disse Locsin na época.
Países como a Malásia e a Indonésia também têm expressado preocupações quanto ao pacto trilateral, com os ministros das Relações Exteriores dos dois países alertando para uma "corrida armamentista" em outubro de 2021. A China advertiu igualmente para uma "corrida armamentista nuclear", enquanto Wang Yi, ministro das Relações Exteriores do país, tem acusado os EUA de tentar criar uma "OTAN asiática" com a ajuda de grupos como a AUKUS e o Quad.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала