Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

VÍDEOS mostram nuvem de fumaça em forma de cogumelo em área de usina química sob controle da Ucrânia

© Sputnik . ReproduçãoExplosão formou uma enorme nuvem em formato de cogumelo em Avdeevka, área ao norte de Donetsk controlada pela Ucrânia e que tem uma usina química, também sob controle de tropas ucranianas, em 11 de junho de 2022.
Explosão formou uma enorme nuvem em formato de cogumelo em Avdeevka, área ao norte de Donetsk controlada pela Ucrânia e que tem uma usina química, também sob controle de tropas ucranianas, em 11 de junho de 2022.  - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Nos siga noTelegram
Uma explosão atingiu Avdeevka, área ao norte de Donetsk controlada pela Ucrânia, formando uma enorme nuvem de cogumelo subindo pelo céu da cidade neste sábado (11).
Embora controlada pelas tropas ucranianas, Avdeevka fica dentro da República Popular de Donetsk.
As informações foram confirmadas por um correspondente da Sputnik que está nas proximidades de Donetsk.
Escola Nº 22, em Donetsk, destruída em ataques de lançadores múltiplos de foguetes Smerch ucranianos, 30 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022
Panorama internacional
República Popular de Donetsk registra 7 mortos e 16 feridos por bombardeios ucranianos
A cidade abriga a fábrica química Koksokhim, que também está sob controle das Forças Armadas ucranianas.
Ainda de acordo com o correspondente, tiroteios foram relatados na área no momento da suspeita da explosão.
Não há informações sobre o que motivou a formação da nuvem de fumaça, tampouco se há mortos ou feridos.
Automóvel destruído em resultado de bombardeios do distrito de Kuibyshev em Donetsk pelas Forças Armadas da Ucrânia - Sputnik Brasil, 1920, 04.06.2022
Panorama internacional
Militares ucranianos bombardeiam áreas residenciais em Donetsk (VÍDEOS)
A Rússia deflagrou sua operação militar especial na Ucrânia em 24 de fevereiro, com objetivo de "desmilitarizar e desnazificar" o país vizinho, após as repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) pedirem ajuda para se defenderem da intensificação dos ataques ucranianos.
Somente a infraestrutura militar ucraniana está sendo visada. Moscou já reiterou, por diversas vezes, que não mantém planos de ocupar o país.
Em retaliação, os EUA, a União Europeia (UE) seus aliados iniciaram a aplicação de sanções contra Moscou.
Entre as medidas estão restrições econômicas às reservas internacionais russas e a suas exportações de petróleo, gás, aço e ferro.
A escalada de sanções impostas pelo Ocidente transformou a Rússia, de forma disparada, na nação mais sancionada do mundo, segundo a plataforma Castellum.ai, serviço de rastreamento de restrições econômicas no mundo.
No total, estão em vigor 10.625 medidas restritivas contra a Rússia, segundo os cálculos do site. A quantidade é quase o triplo das 3.637 sanções impostas pelo Ocidente ao Irã. Na sequência, aparecem a Síria (2.614), a Coreia do Norte (2.111), Belarus (1.133), a Venezuela (651) e Mianmar (567).
Militares do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) entram em um prédio durante uma operação para prender supostos colaboradores russos na Carcóvia, Ucrânia, quinta-feira, 14 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2022
Panorama internacional
Chefe da República Popular de Donetsk acusa soldados ucranianos de cometer tortura
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала