Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Partido Comunista Português defende fim das sanções à Rússia

© AP Photo / Armando FrancaJerónimo de Sousa, líder do Partido Comunista Português, em debate televisivo no dia 23 de setembro de 2019
Jerónimo de Sousa, líder do Partido Comunista Português, em debate televisivo no dia 23 de setembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 07.06.2022
Nos siga noTelegram
O Partido Comunista Português (PCP) exigiu o fim das sanções econômicas impostas à Rússia pela União Europeia (UE) devido à operação militar especial do país na Ucrânia, desencadeada em 24 de fevereiro.
O posicionamento da legenda foi divulgado nesta terça-feira (7) pelo secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, segundo informou a emissora de TV SIC Notícias, após uma reunião da cúpula da sigla cujo objetivo era discutir os rumos da política e da economia portuguesas.

"O aumento do preço dos combustíveis é escandaloso e exige que o Estado e o governo português tomem outra atitude. O governo tem que acabar com o apoio às sanções e exigir que elas acabem. São cada vez mais sanções contra as condições de vida do povo português e a favor dos lucros das multinacionais do petróleo e de outros setores", argumentou o dirigente.

Questionado por um jornalista sobre a possibilidade de o posicionamento afastar Portugal da UE e, por consequência, endossar a operação militar especial da Rússia na Ucrânia, Sousa rebateu.
"Não sei como isso pode defender os interesses da Rússia quando estamos aqui falando da defesa dos interesses dos trabalhadores portugueses e do povo português. É isso que nos inquieta", enfatizou.
A usina nuclear de Ascó, na Catalunha, na Espanha, fotografada em 15 de abril de 2008 - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2022
Panorama internacional
Espanha e Portugal podem acabar 'deixando França no escuro' para manter preços de energia, diz mídia
O PCP, prosseguiu ele, quer evitar o aumento dos preços e das dificuldades para famílias e empresas do país.
Sousa teceu críticas às contradições do primeiro-ministro português, António Costa, que havia pedido que empresas reajustassem o salário de seus funcionários em 20%.

"O governo que diz que precisa aumentar o salário em 20% e depois, na administração pública, aplica o 'zero vírgula qualquer coisa por cento'. Como vai fazer? Propõe 20% e depois põe um aumento para os trabalhadores da administração pública de 0,9%", concluiu.

Calçado em unidade de artilharia abandonada pelas Forças Armadas da Ucrânia em Berdyansk - Sputnik Brasil, 1920, 18.03.2022
Panorama internacional
Mercenário português na Ucrânia relata: 'Estavam a enviar-me para a morte'
A operação militar especial russa foi lançada no fim de fevereiro, em resposta aos apelos das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para proteção contra ataques de tropas ucranianas.
O Ministério da Defesa russo disse que o objetivo da operação, que visa a infraestrutura militar ucraniana, é "desmilitarizar e desnazificar" a Ucrânia e libertar completamente Donbass.
O presidente russo, Vladimir Putin, disse que a operação tem como objetivo "proteger as pessoas submetidas ao genocídio pelo regime de Kiev por oito anos".
Em 25 de março, as Forças Armadas russas concluíram as principais tarefas da primeira etapa, reduzindo significativamente o potencial de combate da Ucrânia. As nações ocidentais impuseram inúmeras sanções à Rússia e forneceram armas a Kiev.
João Ferreira, que concorre a uma vaga como deputado, já foi candidato a presidente e eurodeputado pelo PCP - Sputnik Brasil, 1920, 14.01.2022
Panorama internacional
Candidato do Partido Comunista Português: 'Brasil põe em causa aspectos fundamentais da democracia'
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала