Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Países da OPEP consideram suspender Rússia do acordo de produção de petróleo, diz WSJ

© AFP 2022 / Ryad KaramdiOPEP quer reduzir produção de petróleo
OPEP quer reduzir produção de petróleo - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Nos siga noTelegram
Alguns membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) estão ponderando detalhes sobre uma possível suspensão da participação russa no acordo de produção de petróleo, conforme relatou nesta terça-feira (31) o Wall Street Jornal citando delegados da OPEP.
Embora não tenha sido apresentada qualquer ação formal, vários membros do bloco comercial no golfo Pérsico estão antecipando um aumento de produção nos próximos vários meses que poderia estar ligado a um aparente esforço ocidental para fazer a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos e outros países da OPEP bombearem mais óleo cru e reduzirem os atuais preços de petróleo exorbitantes.

"Todos nós concordamos que a Rússia está tecnicamente fora da participação efetiva na Declaração de Cooperação no momento", disse ao jornal um delegado da OPEP, referindo-se a um documento estabelecido há cinco anos.

O relato surge em meio ao anúncio do embargo parcial contra o petróleo russo na última rodada de sanções impostas pela EU, ameaçando a capacidade de Moscou de bombear o petróleo cru.
Petroleiro em depósito de combustível com óleo de aquecimento perto das refinarias de petróleo Ruhr Oel da empresa BP Gelsenkirchen GmbH em Gelsenkirchen, Alemanha, 8 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2022
Panorama internacional
Embargo petrolífero da União Europeia pode beneficiar a Rússia, segundo especialista
A OPEP, que coordena a produção de petróleo com Moscou desde 2016, deverá realizar a sua 29ª Reunião Ministerial da OPEP e não-OPEP em formato virtual em 2 de junho.
Espera-se que os 13 membros e dez produtores não membros do bloco aprovem um aumento de cerca de 432.000 barris por dia na tentativa de fazer retornar a produção para níveis pré-pandêmicos.
Os líderes norte-americanos e europeus argumentaram, porém, que a série de aumentos incrementais não são suficientes para produzir os resultados desejados.
O Ministério da Energia da Rússia disse que não vai comentar os relatos relacionados até depois da reunião de quinta-feira (2).
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала