Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Lavrov revela estratégia geopolítica da Rússia

© Sputnik / Imprensa da chancelaria russa / Abrir o banco de imagensChanceler russo Sergei Lavrov participa de reunião com ministros das Relações Exteriores do BRICS, 28 de abril de 2020
Chanceler russo Sergei Lavrov participa de reunião com ministros das Relações Exteriores do BRICS, 28 de abril de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 23.05.2022
Nos siga noTelegram
"Moscou espera aumentar a cooperação econômica com a China à medida que o Ocidente se torna mais ditatorial", disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, nesta segunda-feira (23).
O ministro das Relações Exteriores russo falou, em um discurso para estudantes de uma escola de elite em Moscou, sobre os planos econômicos e políticos da Rússia, assim como o futuro das relações com o Ocidente.
Lavrov explicou que a Rússia pretende construir relações com países independentes, e "decidirá como lidar com o Ocidente no futuro".
"Agora que o Ocidente está assumindo a posição de ditador, nossos laços econômicos com a China vão crescer ainda mais rápido", disse ele.
"Além da receita direta para o tesouro, isso nos dará a oportunidade de implementar planos para o desenvolvimento do Extremo Oriente e da Sibéria Oriental", acrescentou, enfatizando ainda que a maioria dos projetos com a China estão concentrados na região.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante a coletiva de imprensa, 22 de fevereiro de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2022
Panorama internacional
Reconhecemos Donbass porque Kiev declarou publicamente que não cumprirá Acordos de Minsk, diz Putin
As observações de Lavrov foram feitas no programa "100 Perguntas para o Líder", um evento tradicional organizado pela academia de Moscou em homenagem a Evgeny Primakov, que serviu como ministro das Relações Exteriores de 1996 a 1998, e depois como primeiro-ministro.
Abordando a turbulência em curso na Ucrânia, o ministro disse que Moscou tentou resolver a crise em Donbass fazendo Kiev implementar o Protocolo de Minsk. Entretanto, ele avaliou que o Ocidente apenas fingiu se importar com essas negociações, para depois encorajar "a posição arrogante do regime de Kiev".
Lavrov explicou que, neste momento, o Ocidente está "reagindo furiosamente" à Rússia, que defende seus "interesses absolutamente legítimos e fundamentais".
"Estou convencido de que isso acabará eventualmente. O Ocidente acabará por reconhecer a realidade no terreno. Será forçado a admitir que não pode atacar constantemente os interesses vitais da Rússia, ou russos, onde quer que vivam, impunemente", acrescentou.
"Eles dizem que a Rússia deve 'fracassar', que eles devem 'derrotar a Rússia', fazer a Rússia 'perder no campo de batalha'. Tenho certeza que vocês conhecem a história melhor do que os políticos ocidentais que lançaram tais 'feitiços'. Eles tiram conclusões erradas de sua compreensão do passado e do que é a Rússia", concluiu Lavrov.
Militares russos são retratados com equipamentos militares capturados (dez Javelins) durante a operação militar especial da Rússia na Ucrânia, perto da vila de Guta-Mezhigorskaya - Sputnik Brasil, 1920, 11.05.2022
Panorama internacional
Lavrov diz lamentar que ONU tenha perdido oportunidade de alcançar solução política na Ucrânia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала