Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Mídia: ex-soldado dos EUA deu treinamento de mísseis Javelin a ucranianos sem saber usá-los

© AP Photo / Mídia AssociadaSoldados ucranianos usam lançador de mísseis Javelin dos EUA durante exercícios militares na região de Donetsk, Ucrânia, 12 de janeiro de 2022
Soldados ucranianos usam lançador de mísseis Javelin dos EUA durante exercícios militares na região de Donetsk, Ucrânia, 12 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Nos siga noTelegram
Um ex-soldado das Forças Especiais do Exército dos EUA treinou tropas ucranianas para usar os mísseis antitanque Javelin apesar de não ter nenhuma experiência com o sistema de armas.
As informações foram divulgadas pelo site da emissora Fox News nesta terça-feira (17).
Mark Hayward, ex-soldado norte-americano, disse que foi convocado pelas Forças Armadas da Ucrânia para ensinar as tropas a usar o artefato bélico.
Soldados dos EUA disparam sistema portátil de mísseis antitanque Javelin - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2022
Panorama internacional
EUA estão esgotando seu estoque de mísseis Javelin para enviar à Ucrânia, estima pesquisador
Ele teve que aprender sozinho a usar o sistema de armas Javelin cerca de 12 horas antes de treinar fuzileiros navais das tropas ucranianas, segundo informou a reportagem.

"Usei uma variedade de armas antiblindagem [durante a carreira militar], mas as idiotas eram de última geração quando saí do serviço. Eu não tinha nenhuma experiência com o Javelin", declarou.

Hayward deixou o Exército dos EUA em 2007, mas viajou para a Ucrânia no início deste ano para se juntar a uma legião estrangeira, grupo de mercenários que está em combate no país após a Rússia lançar sua operação militar especial.
Soldados lançam míssil Javelin - Sputnik Brasil, 1920, 05.04.2022
Panorama internacional
Pentágono prioriza envio de mísseis Stinger, Javelin e drones à Ucrânia
O ex-soldado disse que os ucranianos receberam dele um treinamento mínimo sobre como usar os mísseis Javelin, já que o Ocidente não enviou baterias suficientes para recarregar e demonstrar seu uso.
A solução improvisada veio com baterias feitas por engenheiros ucranianos, contou ele. Acopladas a um míssil de US$ 100 mil (R$ 494 mil), elas permitiram o funcionamento do Javelin.

"Não explodiu e funcionou muito bem", comemorou o ex-soldado.

Os Estados Unidos enviaram cerca de 5.500 mísseis Javelin para a Ucrânia.
Apesar das garantias do Departamento de Defesa, o governo Biden está analisando planos alternativos caso haja escassez de projéteis, especialmente devido à crise mundial de semicondutores. Cada míssil Javelin tem mais de 200 semicondutores.
O senador democrata norte-americano Richard Blumenthal disse que os Estados Unidos já distribuíram quase 35% de seus mísseis Javelin disponíveis para a Ucrânia. O congressista estimou que poderia levar até 32 meses para reabastecer os estoques.
A fabricante bélica Raytheon disse que provavelmente o reabastecimento completo do arsenal de Javelins não ocorrerá antes de 2024.
Soldado segura sistema de mísseis Javelin durante exercício militar em centro de treinamento das Forças Terrestres Ucranianas perto de Rivne, Ucrânia, 26 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 05.03.2022
Panorama internacional
Defesa russa: ataque de alta precisão destrói armazém de munições com Javelin em Zhitomir
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала