Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Regulador de comunicação na Rússia pede ao Google para remover ameaças a russos

CC BY 2.0 / mjmonty / Google NeonLogotipo do Google em neon.
Logotipo do Google em neon. - Sputnik Brasil, 1920, 11.04.2022
Nos siga noTelegram
Roskomnadzor, o Serviço Federal de Vigilância na Área das Comunicações, Tecnologias da Informação e Mass Media, fez um novo pedido oficial ao Google visando o fim da perseguição.
O regulador de mídia da Rússia está exigindo que o Google exclua ameaças a usuários russos em seus serviços.

"Foi detectada uma violação de natureza extremista no trabalho do serviço Google Tradutor. Ao inserir a frase 'queridos russos' para tradução, esse serviço sugeriu que os usuários russos a substituíssem por 'mortos russos'", explicou a agência.

Ao escrever a mesma frase em outros idiomas, a sugestão não apareceu. Diante do problema, a agência solicitou informações ao Google sobre os motivos dessa mensagem.

"Roskomnadzor exigiu que a empresa dos EUA tomasse medidas abrangentes para evitar situações semelhantes em relação aos usuários russos", disse o comunicado, enfatizando que o Google cometeu "uma violação de natureza extremista".

O regulador acrescenta que enviou o respectivo pedido ao Google para tomar imediatamente medidas para excluir ameaças contra usuários russos dos serviços da empresa.
Google (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2022
Sociedade e cotidiano
Pesquisa aponta que algoritmo do Google ajuda a disseminar teorias da conspiração
No momento, o serviço do Google não mostra a sugestão em questão.
Essa não é a primeira ação antirrussa da gigante da Internet. No sábado (9), a hospedagem de vídeos do YouTube bloqueou o canal da TV Duma, meio oficial de transmissão do Parlamento russo.
O Google também restringiu a operação de outros canais russos e o acesso a vídeos individuais.
Em resposta, Roskomnadzor proibiu a distribuição de publicidade para a empresa e seus recursos de informação e ordenou que seu mecanismo de busca informasse os usuários sobre violações da lei russa.
Pessoa segura smartphone, que exibe o logotipo do YouTube (imagem ilustrativa). - Sputnik Brasil, 1920, 11.03.2022
Sputnik Brasil tem canal derrubado pelo YouTube, mas há alternativas para vocês
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала