Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

França pode proibir importação de petróleo da Rússia, diz Paris

© REUTERS / Aleksei MalgavkoPanorama de refinaria petrolífera em Omsk, Rússia, 16 de março de 2022
Panorama de refinaria petrolífera em Omsk, Rússia, 16 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2022
Nos siga noTelegram
O ministro das Finanças da França sugeriu a possibilidade de o país deixar de receber petróleo russo, e elogiou as sanções já impostas a Moscou até agora.
Bruno Le Maire, ministro das Finanças da França, afirmou na sexta-feira (8) que o país está disposto a "ir mais além" e proibir a importação de petróleo da Rússia.
"Em relação à França, estamos dispostos a ir mais além e decidir uma proibição do petróleo, e estou profundamente convencido de que os próximos passos e as próximas discussões estarão centrados nesta questão da proibição do petróleo russo", sublinhou Le Maire, citado pela emissora CNN.
Na opinião do ministro francês, a medida seria um "divisor de águas", tendo elogiado as sanções já impostas à Rússia, que disse serem eficazes e "as mais duras desde a criação da União Europeia". No entanto, ele apelou para a unidade europeia a fim de atingir o objetivo de implementar sanções rigorosas sobre a energia russa.
A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, fala durante o briefing diário na Casa Branca, em Washington, 7 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.04.2022
Panorama internacional
EUA revogam status comercial de Rússia e Belarus proibindo importação de petróleo de Moscou
O alto responsável da França condenou ainda o "massacre" que ocorreu na quinta-feira (7) em Kramatorsk, região de Donetsk, e declarou que os responsáveis devem ser "identificados, processados e possivelmente condenados por estes crimes".
As autoridades ucranianas anunciaram há dias a evacuação das cidades de Kramatorsk e Slavyansk, e depois dispararam dois mísseis Tochka-U, preenchidos com cassetes, contra a estação ferroviária de Kramatorsk, matando cerca de 30 pessoas e ferindo mais de 100 outras, segundo a Milícia Popular da República de Donetsk.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала