Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Moscou responderá firmemente às novas sanções dos EUA, diz MRE russo

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensEm Moscou, bandeira da Rússia flamula com o edifício do Ministério das Relações Exteriores russo ao fundo (foto de arquivo)
Em Moscou, bandeira da Rússia flamula com o edifício do Ministério das Relações Exteriores russo ao fundo (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que Moscou responderá firmemente às novas sanções dos EUA.
"Não há dúvidas de que as sanções vão receber uma resposta forte, não necessariamente simétrica, mas calibrada e vulnerável para o lado norte-americano", declarou.
O MRE russo ainda ressaltou que a Rússia é capaz de minimizar os danos das sanções impostas pelos norte-americanos, e que isso não será suficiente para impedir que o país defenda seus interesses.
Anatoly Antonov, embaixador russo nos EUA, em Moscou, na Rússia, no dia 20 de julho de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2022
Panorama internacional
Sanções ocidentais atingirão mercados globais e afetarão cidadãos dos EUA, diz embaixador russo
Com relação às ameaças britânicas ao canal russo RT, Moscou afirmou que qualquer ameaça relacionada à mídia russa provocará uma rápida resposta.
"Se o Reino Unido pôr em prática as ameaças contra as mídias russas, medidas de resposta não demorarão para sair. Os jornalistas britânicos podem perguntar aos seus colegas alemães, como isso acontece", afirmou.
Recentemente, os EUA anunciaram sanções contra a Rússia devido à escalada em torno da Ucrânia. Foram impostas restrições contra dois bancos com suas numerosas filiais, contra a dívida soberana da Rússia e "representantes das elites" do país.
Além disso, os americanos foram proibidos de efetuar transações comerciais, financeiras e de investimento com as Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL), cuja independência foi reconhecida pela Rússia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала