Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ucrânia decide decretar Estado de Emergência em todo país por 30 dias

© AP Photo / Gleb Garanich / PoolEm Kiev, o comandante-em-chefe das Forças Armadas da Ucrânia, Valery Zaluzhnyi, é fotografado, em 19 de outubro de 2021
Em Kiev, o comandante-em-chefe das Forças Armadas da Ucrânia, Valery Zaluzhnyi, é fotografado, em 19 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2022
Nos siga noTelegram
A Ucrânia vai decretar o Estado de Emergência em todo o país por 30 dias, exceto em Lugansk e Donetsk. A decisão, adotada pelo Conselho de Segurança Nacional, ainda deve ser aprovada pelo Parlamento.
Além do Estado de Emergência, as autoridades ordenaram a convocação de 36 mil reservistas.
De acordo com o Conselho de Segurança Nacional da Ucrânia, no momento, não foi tomada nenhuma decisão sobre uma mobilização geral, mas, caso seja necessária, a decisão será tomada.
Além disso, o Conselho afirmou que, se houver necessidade, a Lei Marcial será imposta imediatamente no país.
"Sobre a mobilização. Essa decisão será considerada à parte. Hoje, essa decisão ainda não foi tomada. Caso seja necessário, ela o será", afirmou Aleksei Danilov, secretário do Conselho Nacional de Segurança da Ucrânia.
O Conselho de Segurança ucraniano decidiu declarar o Estado de Emergência em todo o país, exceto nas regiões de Donetsk e Lugansk, devendo a medida ser aprovada ainda hoje (23).

"Discutimos o estado de emergência. Houve discussões animadas sobre esta questão. A decisão foi tomada de acordo com a nossa legislação. A Verkhovna Rada deve aprová-la em 48 horas", declarou.

Ucrânia comete 342 violações do cessar-fogo

Entretanto, segundo informações provenientes do leste do país, o Exército ucraniano bombardeou as povoações de Staromikhailovka e Vodyanoye, na república de Donetsk. Em apenas cinco minutos, as forças ucranianas dispararam 21 granadas de morteiro de 120 milímetros, proibidas pelos Acordos de Minsk.
O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, em Washington, 4 de novembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2022
Panorama internacional
Trump diz que situação na Ucrânia nunca teria ocorrido em seu governo: 'Conheço Putin muito bem'
Nos últimos sete dias, houve 342 violações do cessar-fogo por Kiev em Donetsk, com 4.473 projéteis de diversos calibres sendo disparados pelas forças ucranianas na região.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала