- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

TSE anuncia envio de respostas às Forças Armadas sobre segurança eleitoral

© Folhapress / Lucas Lacaz Ruiz9º Simulado Nacional de Hardware de Urnas Eletrônicas, do TRE, 10 de outubro de 2021
9º Simulado Nacional de Hardware de Urnas Eletrônicas, do TRE, 10 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Nos siga noTelegram
Corte respondeu a várias perguntas de "natureza técnica e com diversos graus de complexidade" enviadas pelas Forças Armadas em meados de dezembro. A pedido das forças, conteúdo do documento não foi divulgado.
Nesta segunda-feira (14), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a informação de que enviou às Forças Armadas um documento de 700 páginas com respostas sobre como funciona o sistema de voto eletrônico.
No entanto, a pedido das próprias Forças Armadas, o conteúdo do documento não foi divulgado, segundo o UOL.
De acordo com o TSE, as perguntas que foram apresentados à Corte em meados de dezembro "têm natureza técnica com diversos graus de complexidade".
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, fala durante cerimônia para assinar a lei de privatização da estatal Eletrobras, no Palácio do Planalto, em Brasília, Brasil, 13 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2021
Notícias do Brasil
Bolsonaro acusa Barroso de buscar 'eleição suja'; ministros do TSE defendem urna eletrônica em nota
Após um período sem tocar no assunto, o presidente, Jair Bolsonaro (PL), voltou a questionar a confiabilidade do sistema eleitoral brasileiro através do uso das urnas eletrônicas.
Em uma live na quinta-feira passada (10), o presidente afirmou que as Forças Armadas estavam aguardando as respostas do TSE sobre "várias, dezenas de vulnerabilidades" que teriam levantados sobre o sistema de votação.
Sem mencionar Bolsonaro, o TSE afirmou que o pedido das Forças Armadas na Comissão de Transparência Eleitoral foi protocolado próximo do recesso e que, após esse período, o conteúdo começou a ser elaborado.
"Cabe destacar que foram apenas pedidos de informações, sem qualquer comentário ou juízo de valor sobre segurança ou vulnerabilidades", afirmou a Corte eleitoral.
Em uma tentativa para aumentar a comunicação e o tom amigável com os militares, o ministro do Supremo Tribunal Eleitoral (STF), Alexandre de Moraes, convidou o ex-ministro da Defesa, general da reserva Fernando Azevedo, para ser o diretor-geral do TSE.
A aceitação do convite por Azevedo bastou para que sua figura fosse colocada na lista de "traidores" de Bolsonaro entre militares bolsonaristas da reserva e auxiliares do Palácio do Planalto, segundo a revista Veja. "É o novo Santos Cruz", disse um ex-colega de ministério citado pela mídia.
O general, Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da secretaria de Bolsonaro - Sputnik Brasil, 1920, 28.01.2021
Notícias do Brasil
'Vergonha, sem noção', diz Santos Cruz sobre reação de Bolsonaro ao caso do leite condensado
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала