Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta segunda-feira, 6 de dezembro

© REUTERS / CHRISTIAN HARTMANNÉric Zemmour, candidato à presidência da França, discursa no Centro de Exposições de Villepinte durante campanha eleitoral em Paris, 5 de dezembro de 2021
Éric Zemmour, candidato à presidência da França, discursa no Centro de Exposições de Villepinte durante campanha eleitoral em Paris, 5 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.12.2021
Nos siga no
Bom dia! A Sputnik Brasil está acompanhando as matérias mais relevantes desta segunda-feira (6), marcada pela visita de Putin a Nova Deli para cúpula Rússia-Índia, pela criação de novo movimento político na França pelo novo presidenciável Zemmour e pela intervenção do Vaticano em mosteiro em São Paulo, após relatos de assédio.

Após relatos de assédio sexual, Vaticano intervém no Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento, em São Paulo, está agora sob intervenção do Vaticano, após denúncias por dois jovens, que teriam sido assediados por religiosos quando eram menores de idade, informou ontem (5) o portal G1. O Vaticano afastou o abade responsável pelo mosteiro e colocou um interventor no comando do local. Em entrevista à TV Globo, um dos jovens ouvidos disse: "Você vai para um lugar onde acha que é um lugar que existe a presença de Deus, e você conhece mais a face do demônio". De acordo com ele, todas as vezes que o menino tentava denunciar os abusos, o assunto era abafado. Ao explicar por que ele não se afastou da Igreja, disse que pensava que poderia estar passando por uma provação. Porém, o caso lhe causou grandes problemas psicológicos. Rafael Bartoletti, conhecido como Irmão Hugo, é acusado pelos dois jovens de assédio. Depois de mais de um ano de apuração, em junho de 2020, o Ministério Público acusou quatro religiosos de abuso sexual, que até agora negam o crime.
© AP Photo / Alessandra TarantinoPapa Francisco durante missa em Atenas, Grécia, 5 de dezembro de 2021
Papa Francisco durante missa em Atenas, Grécia, 5 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.12.2021
Papa Francisco durante missa em Atenas, Grécia, 5 de dezembro de 2021

COVID-19 no Brasil: Bolsonaro quer mudar lei para só governo decidir sobre passaporte de vacinação

O presidente Jair Bolsonaro declarou que quer assinar uma Medida Provisória para restringir ao governo federal a decisão sobre a exigência de passaporte vacinal no Brasil. A declaração foi feita no domingo (5), em entrevista ao site Poder 360. O chefe do Executivo, ainda não vacinado, voltou a defender que a imunização "é opcional" e criticou a obrigatoriedade da vacina no acesso a eventos públicos, sancionada pela lei de fevereiro de 2020. Enquanto isso, o portal UOL informou que dois bebês receberam a vacina Pfizer contra a COVID-19 por engano, na última quarta-feira (1º). Eles estavam na Unidade Básica de Saúde de Sorocaba, em São Paulo e deveriam receber a vacina contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b, recomendada para sua idade. As crianças, uma menina de dois meses e um menino de quatro, sofreram forte reação e precisaram ser hospitalizadas às pressas. Entretanto, o Brasil confirmou mais 68 mortes e 4.623 casos de COVID-19, totalizando 615.674 óbitos e 22.140.599 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.
© REUTERS / ADRIANO MACHADOPresidente Jair Bolsonaro na sede da ANEEL em Brasília, 30 de novembro de 2021
Presidente Jair Bolsonaro na sede da ANEEL em Brasília, 30 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.12.2021
Presidente Jair Bolsonaro na sede da ANEEL em Brasília, 30 de novembro de 2021

Putin se reúne com Modi pessoalmente na cúpula Rússia-Índia em Nova Deli

O presidente russo, Vladimir Putin, lidera a delegação oficial, que inclui o chanceler Sergei Lavrov e o ministro da Defesa Sergei Shoigu, em uma visita oficial à capital indiana, Nova Deli, nesta segunda-feira (6), onde vai ocorrer a 21ª Cúpula Rússia-Índia anual com participação do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. A reunião entre Putin e Modi começará às 12h00 GMT (às 09h00, horário de Brasília). Os líderes devem abordar a situação atual e perspectivas das relações bilaterais e discutir como melhorar a parceria estratégica entre Moscou e Nova Deli. O embaixador da Rússia na Índia, Nikolay Kudashev, contou que, após a cúpula, será emitido um comunicado conjunto que vai incluir praticamente todos os aspectos da cooperação internacional entre os dois países. Estão previstos acordos nas áreas de transporte, ciência, espaço, cooperação militar e técnica, cultura e educação, segundo o diplomata. Ele ainda enfatizou que a visita de Putin significa o retorno dos contatos cara a cara, apesar da ameaça da nova variante Ômicron.
© AP Photo / Pavel GolovkinPresidente russo, Vladimir Putin, e primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, durante 11ª cúpula do BRICS, Brasília, 13 de novembro de 2019
Presidente russo, Vladimir Putin, e primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, durante 11ª cúpula do BRICS, Brasília, 13 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 06.12.2021
Presidente russo, Vladimir Putin, e primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, durante 11ª cúpula do BRICS, Brasília, 13 de novembro de 2019

Mianmar: líder Aung San Suu Kyi é sentenciada a 4 anos de prisão

A Justiça de Mianmar deteve a líder deposta Aung San Suu Kyi por quatro anos por incitar a dissidência contra os militares e violação das normas sanitárias da pandemia, contou à AFP o representante da junta no poder, Zaw Min Tun. O ex-presidente Win Myint também foi sentenciado a quatro anos de prisão pelas mesmas condenações, disse o representante, acrescentando que eles não serão presos imediatamente. "Eles vão enfrentar outras acusações dos lugares onde se encontram agora", na capital Naypyidaw, disse, sem detalhar mais sobre o assunto. Suu Kyi, de 76 anos, tinha sido detida depois que os generais derrubaram seu governo na madrugada de 1º de fevereiro, acabando com o breve governo democrático no país. Desde então, os militares acrescentaram uma série de outras acusações, incluindo a violação da lei de segredo de Estado, corrupção e fraude eleitoral. A laureada com o Prêmio Nobel enfrenta décadas de prisão se for condenada. Os jornalistas foram barrados de entrar no tribunal especial e os advogados de Suu Kyi foram proibidos de falar com a mídia. Segundo o grupo de monitoramento local, mais de 1.300 pessoas foram mortas e mais de 10.000 presas em uma repressão da dissidência desde o golpe.
© AP PhotoManifestantes em Mianmar (antiga Birmânia) marcham contra o golpe militar com retratos da líder Aung San Suu Kyi, Mianmar, 8 de abril de 2021
Manifestantes em Mianmar (antiga Birmânia) marcham contra o golpe militar com retratos da líder Aung San Suu Kyi, Mianmar, 8 de abril de 2021  - Sputnik Brasil, 1920, 06.12.2021
Manifestantes em Mianmar (antiga Birmânia) marcham contra o golpe militar com retratos da líder Aung San Suu Kyi, Mianmar, 8 de abril de 2021

França: presidenciável Zemmour anuncia criação de movimento

O candidato à Presidência da França da extrema direita, Éric Zemmour, anunciou no domingo (6) ter criado o seu próprio movimento político, batizado de Reconquête. "Se juntem a nós [...] Quero que a França se torne de novo uma potência industrial mundial", disse Zemmour em seu comício público no centro de exibições Villepinte, de acordo com a emissora BFMTV. Antes do evento o candidato foi atacado por um indivíduo. Imediatamente antes de Zemmour subir ao palco, um membro da audiência pulou sobre ele e o agarrou pelo pescoço. O homem foi detido por "violência premeditada". O motivo do ataque permanece desconhecido. Durante o comício, o candidato disse aos apoiadores que está propondo deportar todos os migrantes ilegais da França e revogar a cidadania francesa daqueles que também são cidadãos de outros países. Ele planeja submeter essas propostas a referendo. Zemmour, autor e comentador de TV, apresentou sua candidatura à presidência em 30 de novembro.
© JULIEN DE ROSAÉric Zemmour, candidato à presidência da França, apresenta o novo movimento Reconquete! (Reconquista) em Villepinte, Paris, 5 de dezembro de 2021
Éric Zemmour, candidato à presidência da França, apresenta o novo movimento Reconquete! (Reconquista) em Villepinte, Paris, 5 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.12.2021
Éric Zemmour, candidato à presidência da França, apresenta o novo movimento Reconquete! (Reconquista) em Villepinte, Paris, 5 de dezembro de 2021

Variante Ômicron se dissemina pelo mundo, mas ainda sem casos mortais

Nova mutação do coronavírus Ômicron foi detectada já em várias dezenas de países. No domingo (6), a Argentina, Maldivas e Tailândia registraram o primeiro caso da infecção em seus países. Um caso provável da Ômicron teria sido identificado em um membro da tripulação de um navio de cruzeiro norueguês que chegou a Nova Orleans ontem (6). A cepa Ômicron também está se disseminando em um terço dos estados norte-americanos, mas a versão Delta permanece a mais detectada entre os casos registrados nos EUA. Mesmo assim, a nova variante ainda não causou nenhum óbito, segundo a informação emitida pela OMS, informa a AFP. No Brasil, dois casos da infecção pela Ômicron foram confirmados em um hospital de São Paulo, pela Anvisa, em 30 de novembro. A nova cepa B.1.1.529 foi encontrada em Botsuana e África do Sul no final de novembro. Na opinião dos especialistas, a maioria das mutações no genoma do SARS-CoV-2 apontam para a alta transmissibilidade dessa variante e a resistência ao anticorpos dos vacinados e recuperados da doença.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала