Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Besta': drone Okhotnik da Rússia poderá virar 'grande problema para a OTAN', diz mídia dos EUA

© Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensPrimeiro voo do novíssimo drone militar da Rússia Okhotnik
Primeiro voo do novíssimo drone militar da Rússia Okhotnik - Sputnik Brasil, 1920, 24.10.2021
Nos siga no
O portal 19fortyfive norte-americano analisou as capacidades referidas do Okhotnik, drone de sexta geração russo, e apontou grande potencial em seu eventual uso com o caça Su-57.
O drone Okhotnik é um projeto "besta" que pode se tornar um "grande problema para a OTAN" logo que sua produção for iniciada, afirma no domingo (24) o portal 19fortyfive, sediado nos EUA.
Se suas especificações declaradas estiverem corretas, diz o portal, o veículo aéreo não tripulado (VANT) poderá ser "um dos mais avançados drones do mundo".
A mídia lista suas capacidades avançadas, tais como a forma de asa voadora, silhueta baixa, e capacidades de inteligência artificial que se espera que lhe permitam voar sem uma ligação com um operador humano em tempo integral.
A aeronave de 20 toneladas tem um alcance estimado de quase 6.000 km, e uma velocidade de cruzeiro de até 965 km/h. Espera-se que o drone seja capaz de transportar até duas toneladas em munições, desde mísseis de cruzeiro e bombas de precisão até mísseis antiaéreos. A aeronave tem uma envergadura de asa de 19 metros e um comprimento de 14 metros. Sua construção em material composto foi projetada para reduzir a capacidade de ser detectado por radares.
19fortyfive aponta que, além de seu uso pretendido como um ataque profundo, reconhecimento/vigilância ou aeronave de alerta aéreo antecipado, espera-se que o drone de sexta geração seja usado como um "asa leal" ao lado do caça de quinta geração russo Su-57, com até quatro VANTs operando ao lado desse avião.
© Sputnik / Yevgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensMaquete do drone de ataque S-70 Okhotnik apresentada no Salão Aeroespacial MAKS 2019 (imagem referencial)
Maquete do drone de ataque S-70 Okhotnik apresentada no Salão Aeroespacial MAKS 2019 (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Maquete do drone de ataque S-70 Okhotnik apresentada no Salão Aeroespacial MAKS 2019 (imagem referencial)
"O conceito de 'asa sempre leal' é intrigante. É duvidoso que os russos fossem capazes de controlar quatro dos drones com as ações de um único piloto de caça. Mas isto introduz uma inovação no combate aéreo para os russos. Okhotnik é uma besta se suas especificações forem reais, e se ele puder completar todos os seus testes com sucesso nos próximos anos", sugere o portal.
O 19fortyfive não está totalmente convencido das características de furtividade do drone, nem das do Su-57, sugerindo que os desenvolvedores podem ter "superestimado as aptidões de evasão do radar" da aeronave. Ele sublinha, no entanto, que "os russos [...] devem receber crédito se puderem integrar totalmente o Okhotnik com o Su-57".
Okhonik ainda está em desenvolvimento, e sua introdução na Força Aeroespacial da Rússia não deve começar antes de 2024.
O VANT realizou seu primeiro voo de teste em agosto de 2019, com um voo de teste ao lado de um caça que ocorreu logo em seguida. Em janeiro de 2021, o Okhotnik lançou com sucesso uma bomba aérea não guiada de meia tonelada sobre alvos terrestres no polígono Ashuluk, região de Astrakhan, sul da Rússia.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала