Cientistas encontram insígnia curiosa com símbolo dos EUA em castelo turco de 3.000 anos (FOTO)

© AFP 2022 / PAUL J. RICHARDSGrande Selo dos EUA em tapete no Salão Oval da Casa Branca, em Washington, EUA. Foto de arquivo
Grande Selo dos EUA em tapete no Salão Oval da Casa Branca, em Washington, EUA. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 06.10.2021
Nos siga noTelegram
O castelo Zerzevã remonta ao período assírio (882-611 a.C.) e fica localizado no sudeste da Turquia. O local está na lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO.
Um emblema com o símbolo nacional dos EUA, desenhado originalmente em 1782, foi descoberto por arqueólogos durante escavações no castelo Zerzevã, na província de Diyarbakir, na Turquia. O objeto estava escondido a 1,25 metro de profundidade em uma parede do castelo, que tem cerca de 3.000 anos.
"Os primeiros exemplos desse tipo de emblema foram usados ​​nos EUA na década de 1850. Desde 1902, este brasão também foi usado pelo Exército dos EUA. Exemplos semelhantes também foram usados ​​na Primeira Guerra Mundial", explica Aytac Coskun, chefe da equipe de encontrou o artefato, citado pelo portal Daily Sabah na terça-feira (5).
A análise dos cientistas mostrou que o objeto permaneceu escondido nos últimos 250-300 anos, ou seja, a partir do século XVIII.
Descoberta de emblema com design do Grande Selo dos EUA no castelo Zerzevã, de 3.000 anos, no sudeste da Turquia, desperta curiosidade no mundo da arqueologia
O castelo Zerzevã remonta ao período assírio (882-611 a.C.). O local está na lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO, na sigla em inglês). A mídia afirma que, de acordo com algumas teorias da conspiração, membros de famílias norte-americanas famosas visitaram o castelo e realizaram rituais no local.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала