Daesh reclama autoria de ataque perto de mesquita em Cabul

© AFP 2022 / SHAH MARAIUma mesquita xiita em Cabul depois de ataque contra muçulmanos xiitas, Afeganistão, outubro de 2016 (foto de arquivo)
Uma mesquita xiita em Cabul depois de ataque contra muçulmanos xiitas, Afeganistão, outubro de 2016 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 04.10.2021
Nos siga noTelegram
Nesta segunda-feira (4), o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) se declarou responsável pela explosão ocorrida no dia anterior em Cabul, segundo relatou no Telegram uma agência de notícias do grupo.
No domingo (3), a explosão na capital afegã vitimou vários civis perto da entrada de uma mesquita. Fontes contaram à Sputnik que o incidente deixou pelo menos 12 pessoas mortas e outras 32 feridas.
A Federação da Rússia condenou tamanho ataque, reconhecendo a necessidade de continuar os esforços para eliminar o terrorismo do Afeganistão.
"Condenamos as ações cometidas pelo Daesh em 3 de outubro deste ano, um ataque terrorista na entrada de uma mesquita no centro da capital afegã. Constatamos a necessidade de continuar os esforços destinados a erradicar o terrorismo no Afeganistão [...] Foram dadas garantias pela liderança do movimento Talibã [organização terrorista proibida na Rússia e em outros países], que declarou que não haveria ameaças à segurança de países terceiros a partir do território afegão", reportou Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.
Em 15 de agosto de 2021, o Talibã tomou controle de Cabul, seguindo-se um caótico processo de retirada de forças estrangeiras e de vários seus aliados afegãos do país.
Desde a retirada total das forças estrangeiras do Afeganistão, em 31 de agosto, o grupo tem enfrentado o aparecimento de grupos insurgentes, especialmente do Daesh e suas ramificações.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала