Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Johnson quer 'restabelecer cooperação' com França após crise dos submarinos, diz gabinete de Macron

© AP Photo / Stefan RousseauPrimeiro-ministro britânico, Boris Johnson (d), e o presidente francês Emmanuel Macron antes de uma reunião bilateral durante a cúpula do G7 na Cornualha, Inglaterra, em 12 de junho de 2021
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson (d), e o presidente francês Emmanuel Macron antes de uma reunião bilateral durante a cúpula do G7 na Cornualha, Inglaterra, em 12 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 24.09.2021
Nos siga no
A França está furiosa com acordo estratégico entre EUA, Reino Unido e Austrália para fornecer submarinos com propulsão nuclear para Camberra. Este acordo significou o cancelamento de um contrato de venda de submarinos franceses à Austrália.
O gabinete do presidente francês Emmanuel informou nesta sexta-feira (24) que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, expressou o desejo de "restabelecer a cooperação" em meio à tensão entre os países após a recente revelação do acordo de submarinos nucleares da aliança AUKUS.
Em comunicado divulgado pelo escritório de Macron, as autoridades francesas afirmaram que Johnson havia informado o presidente francês que o governo britânico gostaria de "restabelecer a cooperação [...] em linha com nossos valores e interesses comuns", levantando metas conjuntas, como combater as alterações climáticas, reporta a agência Associated Press.
Embora o governo francês não tenha elaborado a resposta completa de Macron, relatou que informou a Johnson que o presidente francês "está aguardando suas propostas" sobre como os dois lados podem reconstruir a relação.
De acordo com a versão mais otimista do escritório de Johnson, os líderes "reafirmaram a importância da relação Reino Unido-França e concordaram em continuar trabalhando de perto em todo o mundo em nossa agenda comum, através da OTAN [Organização do Tratado do Atlântico Norte] e bilateralmente".
A França está furiosa com um acordo estratégico entre EUA, Reino Unido e Austrália para fornecer submarinos com propulsão nuclear para Camberra. Este acordo significou o cancelamento de um contrato de venda de submarinos franceses à Austrália no valor de US$ 66 bilhões (aproximadamente R$ 352 bilhões).
Além disso, Paris e Londres têm divergido nos últimos meses sobre uma série de questões políticas decorrentes da saída do Reino Unido da União Europeia, particularmente direitos de pesca e migração ilegal.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала