Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Preços globais de metais caem após China alertar empresas para manterem 'ordens normais de mercado'

© Sputnik / Aleksandr Kondratuk / Abrir o banco de imagensOperário em fundição de aço (Arquivo)
Operário em fundição de aço (Arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2021
Nos siga no
Medidas de estímulo econômico por parte de governos e bancos centrais aumentaram a demanda por commodities. Em abril, as exportações da China aumentaram inesperadamente.

Os preços globais dos metais industriais caíram depois que a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China (NDRC, na sigla em inglês) instou as empresas de commodities no país a manterem as "ordens normais de mercado".

A China já havia anunciado na semana passada que intensificaria as medidas em torno da oferta de commodities, dizendo que reduziria os preços "irracionais".

Essa nova abordagem surge depois que os preços dos metais dispararam nos últimos meses, à medida que as principais economias emergiam da pandemia do novo coronavírus. Cobre e alumínio estavam entre os afetados.

Nesta segunda-feira (24), na bolsa London Metal Exchange, o cobre caiu 1,6% para US$ 9.881 (aproximadamente R$ 52.560) por tonelada métrica, enquanto o alumínio caiu 1,09% para US$ 2.370 (R$ 12.606) por tonelada métrica, reporta o portal da BBC News.

De acordo com o Global Times, as principais empresas chinesas de aço, ferro e alumínio estavam entre as "convocadas coletivamente" no domingo (23) para entrevistas e que a reunião do NDRC.

Citando uma nota do NDRC, a mídia chinesa afirma que a reunião foi realizada por causa do aumento contínuo e drástico de algumas commodities desde o início deste ano.

Preços globais de metais caem após China alertar empresas para manterem 'ordens normais de mercado' - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2021
Latas de alumínio

Investidores cautelosos

Os investidores de commodities também ficaram com um pé atrás depois que a administração do presidente norte-americano Joe Biden disse na sexta-feira (21) que o investimento em infraestrutura caiu de US$ 2,25 trilhões (R$ 12 trilhões) para US$ 1,7 trilhão (R$ 9 trilhões).

Com cortes no plano de gastos em banda larga, estradas e pontes, a demanda por minério de ferro e cobre pode ser contida, relata a BBC News.

Ainda assim, enormes medidas de estímulo econômico por parte de governos e bancos centrais em todo o mundo aumentaram a demanda por commodities. Em abril, as exportações da China subiram inesperadamente, já que a rápida recuperação dos EUA da pandemia de COVID-19 ajudou a estimular a demanda.

As exportações da China em dólares aumentaram mais de 32% em relação ao ano anterior. No mesmo mês, as importações cresceram pelo ritmo mais rápido em mais de uma década, um aumento de 43% em relação ao ano anterior.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала