'Teerã apoia luta dos palestinos contra regime sionista', diz chefe da Guarda Revolucionária do Irã

© AP Photo / Vahid SalemiComandante da Guarda Revolucionária, major-general Hossein Salami (foto de arquivo)
Comandante da Guarda Revolucionária, major-general Hossein Salami (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2021
Nos siga noTelegram
O mais recente conflito entre Israel e Palestina já deixou pelo menos 218 palestinos mortos, incluindo 63 crianças. Em Israel, 12 pessoas faleceram, incluindo duas crianças.

O Irã apoia a luta dos palestinos contra Israel, afirmou o chefe do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) durante discurso nesta quarta-feira (19).

"Teerã apoia a luta dos palestinos contra o regime sionista […]. Os palestinos emergiram como uma nação equipada com mísseis", disse Hossein Salami, citado pela agência Reuters.

O Irã tem dado suporte aos militantes do Hamas que governam a Faixa de Gaza e, desde a semana passada, dispararam centenas de foguetes contra Israel, que, por sua vez, retaliou com centenas de ataques contra o território palestino.

© REUTERS / MOHAMMED SALEMPopulação procura por menina presa entre escombros após ataques aéreos israelenses, na Faixa de Gaza, em 16 de maio de 2021
'Teerã apoia luta dos palestinos contra regime sionista', diz chefe da Guarda Revolucionária do Irã - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2021
População procura por menina presa entre escombros após ataques aéreos israelenses, na Faixa de Gaza, em 16 de maio de 2021

Neste nono dia de conflito entre Israel e Palestina, o presidente dos EUA, Joe Biden telefonou para o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e afirmou que espera uma "desaceleração significativa" dos conflitos com a Palestina.

Israel, por sua vez, afirmou nesta quarta-feira (19) que não estava estabelecendo um prazo para o fim das hostilidades com as milícias islâmicas de Gaza.

Até esta quarta-feira (19), pelo menos 218 palestinos, incluindo 63 crianças, faleceram em Gaza e 1.500 pessoas ficaram feridas desde o início do novo conflito. Em Israel, 12 pessoas faleceram, incluindo duas crianças, e cerca de 300 ficaram feridas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала