Em retaliação, Rússia declara 5 pessoas da embaixada da Polônia personae non gratae

© Sputnik / Vitaly Belousov / Abrir o banco de imagensBandeiras da Polônia e da União Europeia na embaixada da Polônia em Moscou, Rússia
Bandeiras da Polônia e da União Europeia na embaixada da Polônia em Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 23.04.2021
Nos siga noTelegram
Após três funcionários da Embaixada da Rússia em Varsóvia serem declarados personae non gratae, Moscou respondeu classificando como personae non gratae cinco diplomatas da missão polonesa na Rússia.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia declarou nesta sexta-feira (23) cinco funcionários da embaixada polonesa personae non gratae, com os diplomatas devendo ir embora até o final do dia 15 de maio.

Krzysztof Krajewski, embaixador polonês em Moscou, foi convocado nesta sexta-feira (23) à chancelaria russa para entrega de protesto contra a "declaração injustificada" de personae non gratae dada aos três funcionários da embaixada russa na Polônia sob o pretexto de expressar solidariedade aos EUA, que alegam que Moscou estava envolvida em "certos ataques cibernéticos em seu território".

"[O embaixador] foi informado que, em resposta às 'ações provocatórias' da Polônia para expulsar os diplomatas russos, com base no princípio da reciprocidade, o Ministério [das Relações Exteriores da Rússia] declarou personae non gratae cinco funcionários da Embaixada da República da Polônia na Federação da Rússia. Eles devem deixar o território da Federação da Rússia até 15 de maio de 2021", disse o órgão russo.

Segundo o MRE da Polônia, os diplomatas russos foram expulsos devido à "violação dos termos do status diplomático e das atividades em detrimento da República da Polônia". Maria Zakharova, representante oficial da chancelaria russa, afirmou que a expulsão dos diplomatas russos era de interesse dos EUA, e não da Polônia.

"Esta foi mais uma confirmação de que Varsóvia está conscientemente buscando uma política de maior degradação e destruição de nossas relações bilaterais", comenta o órgão.

"Os esforços das autoridades polacas nos últimos anos praticamente congelaram os contatos com a Rússia, lançaram uma guerra vergonhosa contra monumentos soviéticos, tentaram torpedear projetos energéticos russos, conduziram uma campanha de informação antirrussa em larga escala, falsificaram a história e prolongaram infinitamente as sanções antirrussas do Ocidente."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала