Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pfizer/BioNTech anunciam eficácia de 91,3% de sua vacina, sendo menor que declarada há 6 meses

© Sputnik / Vladimir TrefilovSeringa e logo da empresa Pfizer
Seringa e logo da empresa Pfizer - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2021
Nos siga no
A eficácia da vacina da Pfizer/BioNTech contra o novo coronavírus é de 91,3% após seis meses de estudo, enquanto em novembro do ano passado foi anunciada uma eficácia mais alta, de 95%.

Na quinta-feira (1º), as empresas Pfizer e BioNTech anunciaram resultados atualizados da análise de 927 casos confirmados com sintomas da COVID-19 e estudados durante a terceira fase da pesquisa, segundo comunicado de imprensa.

"A análise de 927 casos sintomáticos confirmados da COVID-19 [...] mostra que BNT162b2 é altamente eficaz com 91,3% de eficácia observada da vacina contra a COVID-19, medida de sete dias a seis meses após a segunda dose", de acordo com o comunicado.

Além disso, a vacina mostra sua eficácia contra a cepa dominante na África do Sul, persistindo a proteção até seis meses depois de injeção da segunda dose da vacina, o que dá confiança na eficácia geral do imunizante da Pfizer/BioNTech, afirmou o presidente da Pfizer, Albert Bourla.

"Estes dados confirmam a eficácia favorável e o perfil de segurança de nossa vacina e nos permitem enviar um Pedido de Licenciamento Biológico para a FDA [Administração de Alimentos e Medicamentos] dos EUA", declarou Bourla.

Em novembro, foi revelado que a análise definitiva de ensaios clínicos da vacina contra a COVID-19 da empresa Pfizer/BioNTech mostrou eficácia da vacina de 95%.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала