Rússia inaugura telescópio de neutrinos dentro do lago Baikal, na Sibéria

© Sputnik / Кирилл Шипицин / Abrir o banco de imagensTelescópio de Neutrino Baikal-GVD da Rússia
Telescópio de Neutrino Baikal-GVD da Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 13.03.2021
Nos siga noTelegram
Neutrinos são partículas neutras sem carga com baixa massa, sua velocidade é próxima à velocidade da luz. Eles podem entregar informações valiosas sobre o que aconteceu no Universo há bilhões de anos.

Cientistas russos lançaram neste sábado (13) um telescópio subaquático que estudará os mistérios do Universo a partir das águas cristalinas do lago Baikal, na Sibéria. O equipamento foi projetado para analisar neutrinos, as menores partículas conhecidas do mundo. 

O lançamento do telescópio Baikal-GVD, que estuda fluxos de neutrinos de fontes astrofísicas, contou com a presença do ministro Ciência e Ensino Superior, Valery Falkov.

Em 13 de março de 2021, foi realizado o lançamento cerimonial do maior telescópio subaquático profundo de neutrinos do Hemisfério Norte, o Baikal-GVD.​

Ele enfatizou que a pesquisa de neutrinos no lago Baikal é um dos eventos centrais do Ano da Ciência e Tecnologia na Rússia. Durante a cerimônia de abertura, foi assinado um memorando entre o ministério e a organização intergovernamental internacional Joint Institute for Nuclear Research, que inclui 18 países.

Chamado de Baikal-GVD, o telescópio foi instalado entre 750 e 1.300 metros de profundidade, a cerca de quatro quilômetros da margem do lago Baikal. Os cientistas russos esperam registrar neutrinos astrofísicos e a direção de sua chegada com precisão recorde.

​Cientistas da Rússia lançaram um dos maiores telescópios subaquáticos do mundo, que estudará o universo a partir das águas do lago Baikal, na Sibéria. O Baikal-GVD foi projetado para observar neutrinos, as menores partículas conhecidas.

Os neutrinos são muito difíceis de detectar e a água é um meio muito eficaz para isso. O observatório flutuante consiste em cordas com vidro esférico e módulos de aço inoxidável anexados a elas.

Cientistas russos afirmam que o Baikal-GVD é o maior detector de neutrinos do Hemisfério Norte e que o lago Baikal, o maior lago de água doce do mundo, é o lugar ideal para hospedá-lo.

O telescópio é o resultado de uma colaboração entre cientistas da Rússia, República Tcheca, Alemanha, Polônia e Eslováquia.

© Sputnik / Kirill Shipitsin / Abrir o banco de imagensLago Baikal, na Rússia
Rússia inaugura telescópio de neutrinos dentro do lago Baikal, na Sibéria - Sputnik Brasil, 1920, 13.03.2021
Lago Baikal, na Rússia

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала