Reveladas vantagens de novos porta-helicópteros russos perante navios de desembarque de doca

© AFP 2022 / Jean-Sebastien EvrardPorta-helicópteros de classe Mistral
Porta-helicópteros de classe Mistral - Sputnik Brasil, 1920, 12.03.2021
Nos siga noTelegram
Os porta-helicópteros russos do projeto 23900 possuem vantagens significativas perante os navios de desembarque de doca do projeto 11711.

Os porta-helicópteros russos do projeto 23900 que estão sendo construídos em Kerch, Crimeia, e que serão análogos de navios franceses da classe Mistral, poderão carregar a bordo mil militares da infantaria naval, revelou à Sputnik uma fonte da indústria de construção naval.

Ao mesmo tempo, os navios de desembarque de doca do projeto 11711, que começaram a ser construídos em 2019 na fábrica naval Yantar, em Kaliningrado, podem carregar não mais de 300 membros da infantaria da Marinha.

"Em cada navio são previstos não mais de mil membros de infantaria naval, por isso, terá um convés e lá serão implantados até quatro barcos de desembarque", revelou a fonte da agência.

A fonte destacou que a entrega dos porta-helicópteros está marcada para 2026 e 2027, mas não significa que outros navios deste projeto serão adquiridos.

Anteriormente, a fonte afirmou que as embarcações russas análogas aos navios franceses da classe Mistral poderão carregar até 16 helicópteros e quatro drones.

A construção de dois navios de desembarque universais do projeto 23900 foi iniciada em 20 de julho de 2020 na fábrica Zaliv em Kerch, Crimeia, com a presença do presidente russo Vladimir Putin.

Os navios de desembarque, que são análogos aos navios franceses da classe Mistral, serão os primeiros navios desta classe a serem construídos na Rússia. Seu descolamento será de 40 mil toneladas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала