Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pentágono afirma que extensão do tratado Novo START é início de um esforço conjunto

© Foto / Defense.govTeste do míssil de cruzeiro foi realizado no dia 18 de agosto na ilha de San Nicolas, na Califórnia, EUA. O míssil viajou por mais de 500 km, superando o que era antes estabelecidos por tratados entre EUA e Rússia.
Teste do míssil de cruzeiro foi realizado no dia 18 de agosto na ilha de San Nicolas, na Califórnia, EUA. O míssil viajou por mais de 500 km, superando o que era antes estabelecidos por tratados entre EUA e Rússia. - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2021
Nos siga no
Os EUA veem a extensão do novo tratado START com a Rússia como o início dos esforços para resolver questões nucleares e estratégicas, disse o porta-voz do Pentágono, John Kirby, nesta quarta-feira (3).
"O presidente [Joe Biden] deixou claro que a extensão do Novo START é o início dos esforços para tratar de questões de estabilidade nuclear e estratégica", declarou Kirby durante entrevista coletiva.

O tratado prolongado entrou em vigor nesta quarta-feira (3), com Rússia e EUA trocando as notas referidas, segundo comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

© Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensMíssil balístico intercontinental do sistema de mísseis estratégicos Avangard durante instalação no silo de lançamento na região de Orenburgo, Rússia
Pentágono afirma que extensão do tratado Novo START é início de um esforço conjunto - Sputnik Brasil, 1920, 03.02.2021
Míssil balístico intercontinental do sistema de mísseis estratégicos Avangard durante instalação no silo de lançamento na região de Orenburgo, Rússia

"Em 3 de fevereiro de 2021, o MRE da Rússia e a embaixada dos EUA em Moscou intercambiaram as notas diplomáticas em relação ao cumprimento de procedimentos interinos requeridos para sua entrada em vigor e assim estender o Tratado de Redução e Limitação Prolongada de Armas Estratégicas (Novo START) de 8 de abril de 2010. Respectivamente, este tratado entrou em vigor no mesmo dia", anunciou o ministério em comunicado oficial.

O tratado prevê que cada lado vai reduzir seus arsenais nucleares de tal maneira que em sete anos e no futuro, o número total de armamento não ultrapasse 700 mísseis balísticos intercontinentais, mísseis balísticos em submarinos e bombardeiros pesados, tanto como 1.550 ogivas e 800 sistemas de propulsão implantados e não implantados. O tratado foi definido para expirar em 5 de fevereiro de 2021.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала