Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China acusa EUA de 'criarem caos' na Ásia para não perderem hegemonia na região

© AP Photo / Jason Tarleton / Marinha dos EUAEmbarcações da Marinha dos EUA, o USS Ronald Reagan e o USS Nimitz entram em formação no mar do Sul da China
Embarcações da Marinha dos EUA, o USS Ronald Reagan e o USS Nimitz entram em formação no mar do Sul da China - Sputnik Brasil
Nos siga no
A China reclama a quase totalidade do mar do Sul da China, território que também é reivindicado por outros países da região.

A missão da China em Manila, Filipinas, acusou nesta terça-feira (24) os EUA de "criarem o caos" na Ásia, relata a emissora CNA. A declaração foi realizada depois de o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Robert O'Brien, ter visitado o Vietnã e as Filipinas e ter apoiado os países nas disputas que eles têm com Pequim.

"Nós protegemos vocês", afirmou Robert O'Brien na segunda-feira (23), em Manila. O enviado da Casa Branca também destacou o compromisso de Washington com Taiwan.

A embaixada da China nas Filipinas disse que a visita de O'Brien a esta região "não foi para promover a paz e estabilidade regional, mas para criar o caos na região de modo a buscar os interesses egoístas dos EUA".

© AP Photo / Li Gang/XinhuaPorta-aviões chinês Liaoning realizando exercícios no mar do Sul da China acompanhado por fragatas e submarinos (foto de arquivo)
China acusa EUA de 'criarem caos' na Ásia para não perderem hegemonia na região - Sputnik Brasil
Porta-aviões chinês Liaoning realizando exercícios no mar do Sul da China acompanhado por fragatas e submarinos (foto de arquivo)

Os diplomatas chineses pediram a Washington que "pare de incitar o confronto" no mar do Sul da China, sublinhando que os EUA também deveriam parar de fazer comentários irresponsáveis ​​sobre as questões de Taiwan e Hong Kong, "que são puramente assuntos internos da China".

Os fatos provaram que os EUA são "o maior impulsionador da militarização", declarou a embaixada, observando que os EUA são "o fator externo mais perigoso" no mar do Sul da China.

A embaixada da China em Hanói, Vietnã, também pediu aos EUA que parassem de desacreditar Pequim no mar do Sul da China e no rio Mekong. "Os EUA não participam da disputa no mar do Sul da China", afirmou a missão diplomática.

O propósito de Washington é "nunca ajudar os países regionais a resolver disputas, mas manter a sua hegemonia na região", lê-se no documento.

A China tem reivindicações territoriais conflitantes com Brunei, Malásia, Filipinas, Vietnã e Taiwan no mar do Sul da China, enquanto Washington tem enviado repetidamente navios de guerra para a via navegável estratégica para demonstrar "liberdade de navegação".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала