Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Biden considera Rússia 'maior ameaça' e China 'maior concorrente' dos EUA

© REUTERS / Tom BrennerCandidato à presidência dos EUA pelo Partido Democrata, Joe Biden, em comício de campanha em Cincinnati, Ohio (EUA), 12 de outubro de 2020
Candidato à presidência dos EUA pelo Partido Democrata, Joe Biden, em comício de campanha em Cincinnati, Ohio (EUA), 12 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Rússia é a maior ameaça à segurança dos EUA, afirma o candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden. Ex-vice-presidente também considera Pequim maior concorrente de Washington.

"Eu acho que a maior ameaça para os EUA agora, em termos de quebrar nossa segurança e nossas alianças, é a Rússia", afirmou Biden quando questionado sobre qual país, em sua opinião, representa a maior ameaça aos EUA durante em entrevista ao programa 60 Minutos, da CBS, conduzido pela jornalista Norah O'Donnell.

"Em segundo lugar, acho que o maior concorrente é a China. E dependendo de como lidamos com isso vai determinar se somos concorrentes ou acabamos em uma competição mais séria de força", acrescentou o ex-vice-presidente.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou nesta segunda-feira (26) que Moscou lamenta as declarações do candidato democrata Joe Biden de que a Rússia é a maior ameaça à segurança dos EUA. "A Rússia não é um inimigo. Isso não é verdade, é só uma tentativa de inspirar o ódio à Rússia", acrescentou Peskov.

© REUTERS / POOLCandidato democrata Joe Biden durante debate com Donald Trump
Biden considera Rússia 'maior ameaça' e China 'maior concorrente' dos EUA - Sputnik Brasil
Candidato democrata Joe Biden durante debate com Donald Trump
Durante o último debate presidencial dos EUA, Donald Trump, que tenta ser reeleito, afirmou que Biden havia recebido US$ 3,5 milhões (R$ 19,6 milhões) da Rússia por meio do presidente russo Vladimir Putin. Trump disse também que o filho de Biden, Hunter, supostamente mantém relações comerciais com Elena Baturina, esposa do ex-prefeito de Moscou, Yuri Luzhkov.

Biden rejeitou a hipótese de aceitar "um centavo" de fontes estrangeiras e também expressou a crença de que a Rússia não quer sua vitória.

"Sem comentários", comentou no domingo (25) Putin sobre as alegações de Trump de que a Rússia supostamente patrocinou Biden, conforme transmitido pelo canal de televisão russo Rossiya 1.

As eleições norte-americanas ocorrem em 3 de novembro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала